Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
163 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59156 )

Cartas ( 21237)

Contos (13110)

Cordel (10292)

Crônicas (22201)

Discursos (3164)

Ensaios - (9445)

Erótico (13482)

Frases (46558)

Humor (19288)

Infantil (4464)

Infanto Juvenil (3737)

Letras de Música (5480)

Peça de Teatro (1337)

Poesias (138289)

Redação (3057)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5536)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Letras_de_Música-->DESENCANTO -- 21/10/2010 - 15:25 (FERNANDO PELLISOLI) Siga o Autor Outros Textos
. DESENCANTO


Não posso mais
Esconder o meu pranto
Nesta dor dos meus ais
Pois perdi o encanto
E o sonho de ser feliz
Emborcou em Copacabana
Onde eu muito te quis
Numa alegria profana
Não posso mais
Esconder o meu pranto
Nesta dor dos meus ais
Pois perdi o encanto
Saudade é o que restou
Do nosso grande amor
E se sozinho agora estou
Sou tristeza e clamor
Não posso mais
Esconder o meu pranto
Nesta dor dos meus ais
Pois perdi o encano
E se morrer sempre assim
Insulado nesta solidão
É a tese do triste sim
Sou iludido cidadão
Que casou sem cifrões
Num sonho de amor

(por Fernando Pellisoli)
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui