Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
149 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57788 )
Cartas ( 21194)
Contos (12699)
Cordel (10212)
Crônicas (22324)
Discursos (3143)
Ensaios - (9130)
Erótico (13430)
Frases (44614)
Humor (18718)
Infantil (3977)
Infanto Juvenil (2918)
Letras de Música (5483)
Peça de Teatro (1321)
Poesias (138441)
Redação (2958)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2413)
Textos Jurídicos (1931)
Textos Religiosos/Sermões (5054)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->CADA UM FAZ O QUE SABE, NÃO ADIANTA APELAR -- 20/01/2004 - 16:53 (José de Sousa Dantas) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
CADA UM FAZ O QUE SABE, NÃO ADIANTA APELAR
José de Sousa Dantas, em 20/01/2004

Todo ser humano quer
aplicar o seu talento,
mostrando o conhecimento,
da maneira que souber,
escolhe o que convier,
para poder revelar
seu trabalho singular,
faz a parte que lhe cabe.
Cada um faz o que sabe,
não adianta apelar.

Tem deles que vai atrás
de uma grande recompensa,
planeja, trabalha e pensa
que vai ganhar muito mais,
convencido no que faz,
sonha sempre em conquistar
o mais alto patamar
quer mais que o povo lhe babe.
Cada um faz o que sabe,
não adianta apelar.

Para ser autoridade
dentro da sua função,
tem que saber a lição,
ter alta capacidade,
para mostrar qualidade
e ser primeiro lugar,
tem que saber decifrar
o código de Hamurabi.
Cada um faz o que sabe,
não adianta apelar.

Cada um faz o que pode
dentro da capacidade,
por mais que tenha vontade,
seu nome nem sempre explode
tem o campeão na ode,
o que sabe poetar,
já outro vive a sonhar
que todo mundo lhe gabe.
Cada um faz o que sabe,
não adianta apelar.

É melhor ser consciente,
humilde e reconhecer,
o máximo que pode ser,
vem mostrando no presente,
quem sabe, daqui pra frente,
consiga modificar,
avançar e melhorar,
antes que a fase se acabe.
Cada um faz o que sabe,
não adianta apelar.

Tem artesão, escritor,
operário, jornalista,
cineasta, repentista,
engenheiro, agricultor,
deputado, professor,
quem trabalha no tear,
na repartição, no lar,
no teatro e na SUNAB.
Cada um faz o que sabe,
não adianta apelar.

Ciro, Jesus, Constantino,
na história mundial,
Confúcio, Blaise Pascal,
Newton, Tomás de Aquino,
Galileu e João Calvino,
Buda, Simon Bolívar,
os que foram batalhar
com os guerreiros da FAB.
Cada um faz o que sabe,
não adianta apelar.

Na bíblia tem Malaquias,
Pedro, Tiago, Joel,
João, Mateus, Ezequiel,
Lucas, Tito, Zacarias,
Marcos, Naum, Isaías,
a mulher de Abrão, Agar,
neto de Ló de Zoar,
cujo nome era Moabe.
Cada um faz o que sabe,
não adianta apelar.

O rei Davi conseguiu
levar a arca de DEUS,
que estava com os Filisteus,
com a caravana seguiu,
mas outra idéia surgiu,
consagraram Eleazar,
para a arca retornar
à casa de Abinadabe.
Cada um faz o que sabe,
não adianta apelar.

Se eu faço o meu poema
para o povo se instruir,
não adianta insistir,
querer que eu mude o sistema,
foi a produção suprema,
que eu pude elaborar,
faço questão de mostrar,
peço que você silabe.
Cada um faz o que sabe,
não adianta apelar.

Mantenha-se evoluído,
seja diligente, eclético,
um poeta dialético,
experiente, entendido,
esmerado, prevenido,
com seu tom peculiar
se quiser mais avançar,
consulte o mestre Joabe.
Cada um faz o que sabe,
não adianta apelar.

É melhor se prevenir,
estudar e aprender,
ensinar, desenvolver,
trabalhar e progredir,
promover e construir,
se empenhar, realizar,
reunir e divulgar,
sem que entre num desabe.
Cada um faz o que sabe,
não adianta apelar.

Quem se achar ser maior,
pode não ter consciência,
nem base, nem competência,
sem entender o pormenor,
inda ficar na pior,
e começa a se gabar,
que faz trabalho exemplar,
mas a proposta não cabe.
Cada um faz o que sabe,
não adianta apelar.

Não adianta querer
forçar sem ter condição,
para ser um campão,
sem ao menos conhecer
o caminho a percorrer,
quem não sabe o que buscar,
não entende o que achar,
não se zangue e não se embrabe.
Cada um faz o que sabe,
não adianta apelar.

Tem gente que só critica,
vendo uma obra de arte,
não cuida da sua parte,
não lê, não se qualifica,
rebaixa e se prejudica,
não procura se tocar,
faz o povo lhe afastar,
inda mais lhe menoscabe.
Cada um faz o que sabe,
não adianta apelar.

Em uma carpintaria,
tem administrador,
despachante e montador,
artista que esboça e cria,
um que atende a freguesia,
outro que sabe pintar,
mas tem quem queira mandar,
diz, pegue o martelo, encabe.
Cada um faz o que sabe,
não adianta apelar.

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 69Exibido 988 vezesFale com o autor