Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
48 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57090 )
Cartas ( 21170)
Contos (12604)
Cordel (10090)
Crônicas (22209)
Discursos (3136)
Ensaios - (9013)
Erótico (13401)
Frases (43730)
Humor (18475)
Infantil (3786)
Infanto Juvenil (2709)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1317)
Poesias (138296)
Redação (2926)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2401)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4882)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->A Morte de Chaves -- 30/11/2014 - 19:11 (Marcelo de Oliveira Souza,IWA Instagram:marceloescritor) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
A Morte de Chaves





Nesses dias, grande parte das pessoas do mundo então enlutadas com o passamento de Roberto Gómez Bolaños, o “nosso” Chaves, do seriado de mesmo nome, de grande sucesso no SBT.

Apesar do programa só aparecer muito tempo depois aqui no Brasil, as “crianças” cativaram os telespectadores de todas as idades em nosso país.

O personagem de Carlos Villares, que interpreta(va) o Kiko, tinha mais expressão do que Chaves, logo no início do grupo ele teve um caso amoroso com Florinda Meza, a Dona Florinda.

Depois de um tempo não deu certo o relacionamento, onde a mulher terminou juntando os laços com Bolaños, firmando um casamento.

Como em todo grupo de sucesso, o maior empecilho é o ego - além dos amores à parte- um começou a achar que tinha que ter mais espaço do que o outro, terminando a se dissolver em 1978, com uma proposta de carreira solo da grande emissora Mexicana, que não vingou por motivos autorais.

Antes de muita gente conhecer a nossa trupe de estrangeiros que conquistou o Brasil a equipe tinha se desfeito, mesmo assim tivemos o prazer e a hora de assistir diversas vezes cada episódio, transportando toda nossa infância para a tela da televisão, que infelizmente teve uma vida útil relativamente pequena para a qualidade dos artistas.

Mas estava tudo escrito nos planos de Deus, onde o Bolaños de tantas facetas e traduções ficará para sempre nos nossos corações e nas telinha de televisão e outros tantos meios de entretenimento do mundo inteiro.





Marcelo de Oliveira Souza, IWA

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui