Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
62 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57116 )
Cartas ( 21170)
Contos (12600)
Cordel (10093)
Crônicas (22214)
Discursos (3137)
Ensaios - (9018)
Erótico (13404)
Frases (43779)
Humor (18494)
Infantil (3793)
Infanto Juvenil (2721)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1317)
Poesias (138319)
Redação (2927)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2402)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4895)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Ensaios-->BRASIL NÃO ESTÁ LIVE DE RISCO ATENTADOS, AFIRMA ESPECIALISTA -- 20/11/2015 - 11:36 (Félix Maier) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos

Brasil não está live de risco de atentados, afirma especialista

http://www1.folha.uol.com.br/mundo/2015/11/1708890-brasil-nao-esta-live-de-risco-de-atentados-afirma-especialista.shtml

Para Boaz Ganor, um dos maiores especialistas em contraterrorismo de Israel, o Brasil não está menos vulnerável do que a Europa a ataques terroristas.

O diretor-executivo do Instituto de Contraterrorismo da Centro Interdisciplinar de Herzelyia e presidente da Academia Internacional de Contraterrorismo diz que o Ocidente não deve ter ilusões sobre a lógica dos combatentes islâmicos e deve achar o equilíbrio entre antiterrorismo e valores democráticos.

*

Folha - A presidente Dilma Rousseff disse que o Brasil está "muito longe" do foco de terroristas.
Boaz Ganor - Estou chocado. Não é apenas uma concepção errada, mas perigosa. O Brasil é vulnerável ao terrorismo de grupos jihadistas não menos do que Paris, ou até mais.

O fato de que esses atentados não aconteceram no Brasil até agora é porque as prioridades dos jihadistas, no momento, são outras.

Há risco de atentados n Olimpíada do Rio, em 2016?
Claro. O Brasil não faz parte da coalizão que está atacando as bases do Estado Islâmico na Síria e no Iraque. Mas, quando representantes de EUA, França, Alemanha estiverem no Rio para a Olimpíada, tudo será diferente. Os atentados em Paris tinham como alvo também um jogo de futebol.

Eventos esportivos são ímãs para terroristas. Se a concepção for a de que o Brasil está seguro, temo um choque profundo.

O que ocorreu em Paris era esperado?
Sim e não. Não é uma surpresa que houve atentados. A França, nos últimos anos, se tornou uma incubadora de fundamentalistas. A surpresa foi modus operandi dos atentados. Até agora, havia o que chamo "ataques de iniciativa pessoal", cometidos por lobos solitários ou células pequenas inspiradas no EI.

Mas o que ocorreu em Paris foi um "atentado organizacional". O EI tomou a iniciativa, recrutou e treinou os terroristas, foi responsável pela confecção dos explosivos, a compra de armas, a coleta de informações. Essa é a novidade, um modus operandi que imita o da Al Qaeda.

Homenagens às vitimas dos atentados de Paris

Vincent Kessler - 16.nov.15/Reuters

Por que atacar a França?
O Ocidente pensa que os terroristas ou são malucos ou são totalmente racionais.
Errado. Eles são racionais, mas sua lógica é diferente da ocidental. Um dos motivos do atentado foi atuar contra países que estão atacando o EI no Iraque e na Síria.

Houve um atentado no Sinai contra o avião russo, em Beirute contra o Hizbullah, e em Paris. O Estado Islâmico quer passar uma mensagem de dissuasão contra quem atua contra eles, a coalizão iraniana-xiita-russa e a americana-europeia-ocidental.

A segunda explicação está mais no plano psicológico. O EI precisa demonstrar sucessos perante seus seguidores e crentes para continuar recrutando-os. Como, nos últimos meses, não registram sucessos militares, precisam realizar atentados desse tipo.

O que a Europa deve fazer?
Entender a lógica dos terroristas. A maioria absoluta dos muçulmanos não apoia o terrorismo. Mas não se pode ignorar o fato de que há um aspecto religioso profundo na base do fenômeno. Você pode lidar com isso pelo apaziguamento, mas estará pondo a cabeça dentro da terra.

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 491Exibido 113 vezesFale com o autor