Usina de Letras
Usina de Letras
16 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 61956 )

Cartas ( 21333)

Contos (13252)

Cordel (10444)

Cronicas (22529)

Discursos (3235)

Ensaios - (10258)

Erótico (13560)

Frases (50362)

Humor (19994)

Infantil (5388)

Infanto Juvenil (4724)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1375)

Poesias (140713)

Redação (3290)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1956)

Textos Religiosos/Sermões (6141)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->eu não sei o que é amor -- 14/03/2003 - 12:30 (Anônimo) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Eu não sei o que é amor

Porque a primavera e seu brilho ainda não bateram em meu coração

Porque o mesmo coração está fechado e triste, com medo de viver

Porque a vida não possui o mesmo encanto de dias passados

As pessoas ferem as almas

As pessoas insistem em não ser verdadeiras

Será que há amor onde não há verdade?

Será que o amor é independente e basta-se a si?





Eu não sei o que é amor

Porque um dia sofri

Porque as pessoas sofrem

Porque não há um doar-se mais em mim

Os dias passam

Minuto a minuto, no ar, só fica um porquê de ser, de ser amar

Será se o amor é mesmo essencial?

Será se precisamos do amor para viver?





Eu não sei o que é o amor

Porque os olhos da pessoa amada me fogem quando das imperfeições por ela expressadas

Porque o ser não se sabe ser ser, na dor, na flor, no amor

Porque as pessoas trocam amor por ouro

As pessoas não enxergam somente com a alma

As pessoas também convivem com o ego e vêem-se e consomem-se em ego

Será que o amor coexiste com o ego ou com o ouro?

Será que amor é mesmo um sentir acima de todas as outras coisas?





Eu não sei o que é amor

Porque ainda não aprendi a ter motivos

Porque o tempo é um eterno inimigo

Porque estou exausto e minhas esperanças estão encobertas pelos sonhos

O homem é carne

O amor é também espírito

E a solidão o inimigo

Que faz do amor árvore:

Para subirmos o quanto mais

E livrarmo-nos dos ais

Sombrios

De uma vida estática ou em eternização

Onde nunca se sabe

Se se é carne

Ou coração...

Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui