Usina de Letras
Usina de Letras
24 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 61956 )

Cartas ( 21333)

Contos (13252)

Cordel (10444)

Cronicas (22529)

Discursos (3235)

Ensaios - (10258)

Erótico (13560)

Frases (50362)

Humor (19994)

Infantil (5388)

Infanto Juvenil (4724)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1375)

Poesias (140713)

Redação (3290)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1956)

Textos Religiosos/Sermões (6141)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->visão de declamação -- 14/03/2003 - 12:26 (Anônimo) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Visão de declamação





E de repente eu me vi ser

A nuca sobre o frio dum beijo

Ferindo a vida quando de se estar nu.

Cândido, minha tez viu

Com os olhos mais lindos

Existentes,

A minha pele sobrepondo meus desejos.

Fervidamente se iniciou uma expansão almanógena

O universo finalmente virou verso

Diedro cantado, musicalizado em arte

Sinestese mágica dos meus sonhos

Acordados de criança!

E a palavra por palavra

Sangrava a morte e a vida

Com medo, paixão, tristeza, loucura

E uma mistura de muitas outras coisas

Gritando a tudo que fosse algo

Tudo que fosse alvo

De uma poesia chorada

Nos braços de um sei lá o quê!

Uma explosão sentimental

Igual a um desejo infernal

De querer saber e dizer

Saber por que se sente

Assim tão fortemente

Algo da ponta dos pés

Ao fio da bomba-relógio do encéfalo

Que disparará ao som

Da última sílaba poética

Que se fizer no mundo

No nosso diferente mundo

Do sentir

E não conseguir

Calar-se

De gritar, berrar

Em arte...



...Palpável e admirável

Com o coração

Vai-se ser bardo

Infinito, estrelado

Vendo-se palavra por palavra

Desdobrando-se frente à nossa solidão

Pois não são precisos olhos

Não é preciso definição

Para a nossa, tão nossa imensidão...



Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui