Usina de Letras
Usina de Letras
39 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59274 )

Cartas ( 21241)

Contos (13148)

Cordel (10297)

Crônicas (22219)

Discursos (3164)

Ensaios - (9463)

Erótico (13486)

Frases (46710)

Humor (19312)

Infantil (4487)

Infanto Juvenil (3784)

Letras de Música (5484)

Peça de Teatro (1337)

Poesias (138414)

Redação (3059)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5563)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->AO MEU AMIGO DESCONHECIDO ! -- 14/03/2003 - 09:59 (Leinecy Pereira Dorneles) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos


Era tarde...

Mas chegando em casa,

Lí os teus poemas distantes...

OH! MEU AMIGO DESCONHECIDO !

Tu respiras e vives

Em algum lugar, longe de mim.

Talvez perto...





Dos traços de teu rosto,

Porém, não conheço a graça

E dos dedos e fios que teceram a tua vida

Nada saberei, enquanto não ouvir de ti.





OH! Meu grande

AMIGO DESCONHECIDO.

Amo-te sem rosto,

Por ti, quero agora enriquecer-me

Com toda a minha força,

Para te enriquecer...

E me exercitarei continuamente

Para dar...

Evitando tomar.

Pois, quando apareceres,

Atraente a meus olhos,

Não quero arrebatar-te,

Como ladrão que vem , á noite.

Mas acolher-te como tesouro ofertado,

Porque o tesouro serás tu...

Meu querido,

E AMIGO DESCONHECIDO !



LEINECY PEREIRA DORNELES- 14/03/2003
Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui