Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
64 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57095 )
Cartas ( 21170)
Contos (12595)
Cordel (10090)
Crônicas (22210)
Discursos (3136)
Ensaios - (9014)
Erótico (13401)
Frases (43742)
Humor (18479)
Infantil (3788)
Infanto Juvenil (2712)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1317)
Poesias (138305)
Redação (2926)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2401)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4887)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Ensaios-->Pai do capitalismo: Satanás ou Calvino? -- 22/01/2013 - 16:35 (Félix Maier) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos

Pai do capitalismo: Satanás ou Calvino?

Julio Severo
Quem deve levar o mérito da fundação do sistema econômico chamado capitalismo? Essa é uma pergunta que os marxistas acham fácil responder, pelo menos pelos adjetivos que eles empregam para designá-lo: diabólico, selvagem, monstruoso, assassino, etc.
Entre os cristãos mal-informados, os mesmos adjetivos são muito bem aceitos para qualificar esse sistema econômico. Eles têm certeza de que o capitalismo teve origem no inferno. Em contraste, cristãos mal-informados ou mal-intencionados veem o marxismo como uma espécie de manifestação do Reino de Deus na terra.
Mas quem fundou o capitalismo? De acordo com o Dr. D. James Kennedy, pastor principal da Igreja Presbiteriana Coral Ridge na Flórida: “Calvino trouxe à luz a livre empresa e o capitalismo que temos hoje nos EUA. Ele é chamado de fundador do capitalismo por Max Weber e Ernest Troeltsch”.
João Calvino, considerado o fundador do capitalismo
Essa importante declaração foi feita pelo falecido Rev. Kennedy no seu artigo “Por Que Sou Presbiteriano”, na edição de 3 de março de 1989 da revista “Christian Observer”.
Ele conquistou meu respeito muitos anos atrás por suas posturas conservadoras pró-vida. Por isso, considero de elevada recomendação a declaração dele sobre Calvino e capitalismo.
No entanto, quando olhamos para os calvinistas do Brasil, o que vemos?
Quando olhamos para blogs calvinistas como o Genizah, vemos o capitalismo apresentado como um sistema econômico fundado por Calvino e o marxismo como um sistema diabólico?
É público que tenho denunciado a blogosfera apologética, que em grande parte é calvinista e progressista. O Dicionário Aurélio assim define a palavra “progressista”: “Diz-se de quem, não pertencendo a um partido socialista ou comunista, aceita e/ou apóia, no entanto, os princípios socialistas ou marxistas”.
Se a população olhar para esses calvinistas e para muitos importantes líderes calvinistas, terá a impressão errada, pelas palavras e estilo de vida deles, de que quem fundou o marxismo foi Calvino e de que quem fundou o capitalismo foi Satanás ou um de seus lacaios.
Entretanto, Calvino não era marxista, e duvido muito que ele aprovaria o que muitos calvinistas fazem hoje.
Calvino fundou um sistema econômico. Nada mais.
Em contraste, Karl Marx não fundou apenas um sistema econômico. Ele fundou um sistema ditatorial que exige controle sobre a família, o indivíduo, as crianças, a educação, a saúde, etc. O sistema marxista exige para si o mesmo papel de controle que Deus merece na vida das pessoas.
O marxismo é muito mais do que um mero sistema político. É uma religião política, que exige o sacrifício de milhões e o martírio moral e até físico dos verdadeiros seguidores de Jesus Cristo.
A distância entre o Evangelho de Cristo e as ideias de Marx é a mesma distância entre Céu e inferno.
Calvino não teria dificuldade nenhuma de ver isso, se estivesse vivo. Creio que ele energicamente decapitaria as mentiras dos progressistas que dizem ser calvinistas.
O motivo por que pastores e teólogos modernos que alegam ser seguidores de Calvino são incapazes de enxergar uma contradição entre sua fé religiosa e suas ideias progressistas é um mistério que só o inferno pode explicar.
Se os atuais calvinistas estão certos, então Calvino era um apóstata. É preferível aceitar o contrário: Quem merece o lugar de apóstatas são os calvinistas progressistas, não Calvino.
Claro que o capitalismo que vemos hoje reflete a decadência da sociedade moderna, e Calvino não tem culpa alguma se corromperam o que ele criou. Aliás, a própria esquerdização generalizada que vemos no calvinismo moderno é apenas reflexo da esquerdização que a sociedade vem sofrendo, e Calvino igualmente não tem culpa nenhuma se muitos líderes calvinistas não cumpriram suas responsabilidades espirituais. Em vez de serem voz profética e confrontarem as forças das trevas esquerdistas, eles acharam mais fácil ficar em cima do murou ou até mesmo se entregar aos braços de Marx e sua consequente decadência moral. Imitar o capitalista Calvino? Nem pensar!
A maior denominação presbiteriana americana, que era um grande bastião do calvinismo mundial, hoje apoia o aborto, ordena pastores gays e lésbicos e realiza boicotes contra Israel. Eles ficam “horrorizados” com a mera menção da palavra “capitalismo”.
As igrejas presbiterianas na Europa estão em estado pior e morrendo. Para elas, igualmente, a palavra “capitalismo” soa pior do que falar de um pedófilo assassino.
Não é de assustar tal mudança no calvinismo europeu e americano. Durante todo o século XX, muitas das infiltrações e contaminações marxistas no Cristianismo vieram de líderes calvinistas, que amaram muito mais Marx do que Calvino, ou tentaram casar Calvino com Marx, uma união homossexual que teria deixado ambos horrorizados.
Calvino ficaria horrorizado de envolverem seu nome com Marx porque seu Mestre era Jesus Cristo.
Marx ficaria horrorizado de envolverem seu nome com Calvino porque seu mestre era Satanás.
Mas os calvinistas progressistas conseguiram de forma infernal conciliar os ensinos de Calvino com os ensinos de Marx.
Esses apóstatas não teriam problema de conciliar Cristo e Satanás, Céu e inferno.
Se você disser que aceita o capitalismo de Calvino, a esquerda apologética apóstata tratará você como satanista ou doente mental. Com o clima de hostilidade que os cristãos progressistas impuseram nas igrejas, fica impossível demonstrar qualquer apoio ao capitalismo.
A fórmula certa para um cristão brasileiro ser linchado e tratado como herege é fazer uma mínima menção positiva ao capitalismo.
Por outro lado, qualquer cristão que elogiar o socialismo será visto como “profeta”, designação que Ariovaldo Ramos, um progressista que se considera calvinista, deu para o bispo marxista Robson Cavalcanti num artigo no Genizah, um tabloide “apologético” progressista que também se considera calvinista e é muito lido por presbiterianos.
O fundador do capitalismo foi um evangélico, enquanto que o fundador do marxismo foi um satanista.
Cavalcanti atacava o capitalismo e louvava o socialismo. Como é que um descendente religioso de Calvino consegue classificar Cavalcanti de “profeta”?
O mero fato desse falso profeta ter sido celebrado é um pecado grave que pode custar caro para a Igreja Brasileira, especialmente para os calvinistas, que o elogiavam ou andavam muito bem com ele.
A esquerda apologética, repleta de calvinistas, faz festa para seus camaradas progressistas e faz tempestades para os cristãos “capitalistas”, se é que dá para encontrar um dessa espécie em extinção no Brasil.
Para a esquerda evangélica, o Reino de Deus são as ideias de Marx. O inferno é o capitalismo, ou até mesmo, no caso do Brasil, o neopentecostalismo. Esse “inferno” eles jamais quereriam conciliar com sua fé vazia de Cristo, mas cheia das ideias de Marx.
Enquanto os apóstatas que dominam a blogosfera apologética procuram no Brasil distrair o público da grave ameaça que sua ideologia representa fazendo difamações ao capitalismo e ao neopentecostalismo, a união homossexual espúria entre Calvino e Marx destruiu as igrejas calvinistas da Europa e está destruindo as igrejas calvinistas dos EUA e Brasil.
É hora de fazer com esses apóstatas o que o capitalista Calvino lhes faria.
Leitura recomendada:
 
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 491Exibido 242 vezesFale com o autor