Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
40 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59135 )

Cartas ( 21236)

Contos (13102)

Cordel (10292)

Crônicas (22196)

Discursos (3164)

Ensaios - (9439)

Erótico (13481)

Frases (46519)

Humor (19281)

Infantil (4461)

Infanto Juvenil (3729)

Letras de Música (5479)

Peça de Teatro (1337)

Poesias (138234)

Redação (3054)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5525)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->Como acabar com a violência (mini-artigo) -- 17/03/2002 - 12:39 (Roberto Correa) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
. COMO ACABAR COM A VIOLÊNCIA.

E o crime. As opiniões são inumeráveis e as discussões, reuniões e providências a respeito idem . A meu ver, data vênia, somente duas medidas precisam ser tomadas : primeiro, estabelecer que a televisão e o rádio só possam veicular notícias de crimes dolosos contra a vida, patrimônio, costumes e tráfico de drogas entre as 24 horas e 2 horas da manhã, fixando-se também horário após 22 horas para programas, filmes e novelas pesados, ou seja, com violência, sexo e drogas. Isso não é censurar, mas aplicar o artigo 221 da Constituição que prescreve , devam as emissoras de rádio e televisão respeitar os “valores éticos e sociais da pessoa e da família”(inciso IV). Segundo, incrementar o ensino da moral e do civismo em todos os cursos e graus, distribuindo-se continuamente nas escolas, panfletos contendo os Dez Mandamentos e as letras dos hinos cívicos. Outras providências, como aumentar e melhorar o policiamento, ajudam, mas não atacam e sanam a origem da criminalidade. Pobreza e miséria precisam ser minoradas mas não são, também, a causa primordial dos crimes, eis que na paupérrima população indiana (com salário minimo inferior a 80 reais) o número de delitos é ínfimo. A questão fundamental mesmo é a educação que deverá começar jogando-se para fora todo o lixo da tevê até agora lançado diariamente em todas as casas e ambientes, com enorme tolerância da sociedade e seus dirigentes.

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui