Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
120 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57369 )
Cartas ( 21181)
Contos (12598)
Cordel (10136)
Crônicas (22252)
Discursos (3139)
Ensaios - (9064)
Erótico (13414)
Frases (44123)
Humor (18580)
Infantil (3845)
Infanto Juvenil (2800)
Letras de Música (5476)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138537)
Redação (2942)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2408)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4943)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->Adolequentes -- 10/04/2013 - 17:22 (Marcelo de Oliveira Souza,IWA Instagram:marceloescritor) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Adolequentes



A nossa sociedade parece estar estagnada, será que estamos avançando com essa legislação caduca?

Muita gente não é a favor da pena de morte, mas a criminalidade vem aumentando assustadoramente, aqui em Salvador prenderam um tal de Cebola, um cara mal encarado que confessou ter matado vinte pessoas, da última vez foi na chacina às margens da BR 324, ele e sua gangue matou seis pessoas.

Eles agora estão criando muitos “cebolas” em seus crimes, tem alguns que são mais perigosos do que os adultos, desde criança carregando um revolver, este tipo de pessoa cria uma resistência a fazer o correto e engendra no meio da criminalidade.

São uns verdadeiros “Adolequentes” uns estão na escola, levantam o terror no meio escolar, roubando e agredindo colegas, professores e funcionários.

Muitas vezes a direção não toma providência, ou até encobre para que o seu colégio não fique no alvo da imprensa, como foi o caso de um colégio estadual em Itapuã.

Um rapaz já era acostumado a roubar os colegas, mas não dava em nada, ele completou a sua maior idade, conseguiu sair do colégio - não sabemos se concluiu alguma coisa –

e como agradecimento, arrumou dois comparsas e invadiram o estabelecimento de ensino para roubar os alunos e funcionário, cada um empunhando uma faca.

A nossa lei é caduca, o nosso Brasil caminha bem para os poderosos, contudo aqui embaixo é um salve-se quem puder, estamos sem saída, na rua somos assaltados, em casa também e agora até as escolas, que eram um meio de aprendizagem, agora é um lugar de medo dentro e depósito de lixeira e entulho por fora, onde atrás dessa montanha de degradação existe outra imensa quantidade de lixo embaixo de um imenso tapete.





Marcelo de Oliveira Souza









Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui