Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
272 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57924 )
Cartas ( 21204)
Contos (12783)
Cordel (10233)
Crônicas (22048)
Discursos (3145)
Ensaios - (9188)
Erótico (13447)
Frases (45006)
Humor (18866)
Infantil (4083)
Infanto Juvenil (3105)
Letras de Música (5496)
Peça de Teatro (1328)
Poesias (138507)
Redação (2982)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2415)
Textos Jurídicos (1932)
Textos Religiosos/Sermões (5174)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->ALMIR PENSA, TAMBÉM PENSO, E O VERSO VIRA PAIXÃO -- 26/11/2003 - 12:00 (José de Sousa Dantas) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
O que penso vira verso e o verso vira paixão
José de Sousa Dantas, em 26/11/2003, com base no tema de ALMIR ALVES FILHO

Foi ALMIR que me inspirou
a desenvolver o tema,
eu coloquei num poema
tudo o que me despertou;
boa parte ele mostrou,
vou mostrar minha versão,
para avaliação
de todos do universo.
O QUE PENSO VIRA VERSO
E O VERSO VIRA PAIXÃO.

Qualquer tema tem valor,
na idéia do poeta,
ele cria e interpreta,
dando vida, luz e cor,
pode ser um amador,
um mestre na profissão,
se tiver aptidão,
não deixa nada disperso.
O que pensa vira verso
e o verso vira paixão

Não falta assunto no mundo
para ser versificado,
reunido e divulgado,
seja singelo ou profundo;
o poeta vai a fundo,
faz a bela descrição,
na melhor disposição,
pra não ficar controverso.
O que pensa vira verso
e o verso vira paixão.

Tem assunto sobre o mar,
manhã, tarde, dia e noite,
água, terra, sol, açoite,
nuvem, estrelas e o ar
a aurora, o luar,
o relâmpago, o trovão,
animais e plantação,
o que existe submerso.
O que penso vira verso
e o verso vira paixão.

Temas sobre a mocidade,
alegria, sofrimento,
solidão, entendimento,
paz, amor, felicidade,
benevolência e saudade,
esperança e salvação,
política e religião,
passado e assunto diverso.
O que penso vira verso
e o verso vira paixão

Tem versos de repentista,
de quem gosta da cultura,
das artes e da pintura,
de cantor e cordelista,
de poeta, de coquista,
de escritor e artesão,
de quem faz declamação,
de homem simples ou terso.
O que pensa vira verso
e o verso vira paixão

Um verso grande e bem feito
vale a pena a gente ler,
escutar e aprender;
em todo canto é aceito,
o autor cresce o conceito,
conquistando projeção,
toda a sua produção,
se destaca no anverso.
O que pensa vira verso
e o verso vira paixão.

A frase chega, eu despejo,
escrevendo no papel,
constituindo o CORDEL,
como raios de lampejo,
eu sacio o meu desejo,
com rima e com oração,
confortando o coração,
com o trabalho que alicerço.
O que penso vira verso
e o verso vira paixão.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui