Usina de Letras
Usina de Letras
26 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 61963 )

Cartas ( 21333)

Contos (13252)

Cordel (10444)

Cronicas (22531)

Discursos (3236)

Ensaios - (10264)

Erótico (13560)

Frases (50382)

Humor (20001)

Infantil (5391)

Infanto Juvenil (4726)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1375)

Poesias (140718)

Redação (3290)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1956)

Textos Religiosos/Sermões (6142)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->Dores e Anseios... -- 02/03/2003 - 02:59 (Aline Paludetti) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Doi...

o corpo inteiro doi

como se estivesse sendo destruido

pouco

a

pouco



O sangue escorrendo

em batidas aceleradas

esvaziando tudo

vazio

vazio

vazio



Lágrimas escorrendo

molhando tudo

tremulas, escorrendo até o fino pano branco

esvaziando cada canto...



Doi tudo...

e a senhora parece distante de mim

por mais que eu a queira



Meus lábio anseiam por liquido

liquido que amenisa...

liquido que mata...

meu corpo anseia por um leito

minh alma anseia por descanço

meu espirito anseia por abominar o dia da promessa



Nada...

Gostaria de encontra-lo

como tudo, me apossar...



Arsenico, morfina...

meus lábios anseiam por ti

o corpo quer descanço...

a mente o vazio

o nada... nada nada nada...
Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui