Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
75 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57105 )
Cartas ( 21170)
Contos (12601)
Cordel (10092)
Crônicas (22212)
Discursos (3137)
Ensaios - (9015)
Erótico (13403)
Frases (43753)
Humor (18484)
Infantil (3792)
Infanto Juvenil (2716)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1317)
Poesias (138313)
Redação (2926)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2401)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4889)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Ensaios-->Balão de ensaio -- 01/09/2008 - 13:17 (Félix Maier) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
BALÃO DE ENSAIO

Ternuma Regional Brasília

Gen. Bda RI Valmir Fonseca Azevedo Pereira

Aproximam - se as eleições municipais.

Embalados nos recursos do PAC, distribuídos parcimoniosamente pelas administrações estaduais e municipais aderentes ao desgoverno, a esquerda se regozija ao antever estrondoso sucesso na sua caminhada para o domínio total do poder. É o “gramcismo” em marcha (batida).

A esperta “metamorfose”, após negacear um possível apoio explícito aos companheiros candidatos, subordinando sua presença em palanques aos acertos entre o seu partido e os partidos aliados, resolveu apoiar, ostensivamente, os candidatos e simpatizantes do PT.

É preciso que se analisem o fato e a decisão presidencial.

Cremos que estamos diante de um balão de ensaio para a viabilização do terceiro mandato.

Podemos negar ao nosso ladino “turista acidental” uma enorme falta de qualidades, contudo, é inegável, o oportunismo e a desfaçatez fazem parte do seu caráter. Ao julgar como vantajoso sujeitar - se às agruras de participar da campanha política para seus “cupinchas” e correligionários, o espertalhão pensa mais em si do que nos outros.

Sabemos que não interessa ao PT a perda do poder, mesmo que momentaneamente, o que deverá ocorrer quando terminar o atual mandato. Ainda que, o futuro eleito possa ser o apoiado pela metamorfose ambulante, um títere oriundo de uma coligação partidária, o PT, não terá a desenvoltura e a capacidade, que possui atualmente.

Embora a esquerda prefira um aliado ou subordinado direto do lula, como a Dilma, sua preferência, alguns indícios mostram que a intrépida guerrilheira, não teria a projeção necessária para atingir a presidência.

Quanto ao molusco, sua percepção é de que o seu afastamento será temporário, e que ele voltará imbatível e consagrado numa futura eleição. Contudo, um cenário extremamente otimista poderá fazê - lo antecipar seus anseios, embriagando – se na possibilidade de prolongar seu atual êxtase governamental.

A hipótese do 3º mandato poderá tornar - se um fato consumado, caso a presença do molusco nos diversos palanques, venha a ser o fiel da balança em prol de seus apoiados. Na possibilidade de êxito, as pressões do partido e a vaidade presidencial podem ser decisivas para o acionamento de um amplo movimento da esquerda, contando com o maciço apoio de suas bases de pressão (MST, Movimentos Estudantis e Sindicatos, e, agora, Movimentos Indigenistas), que conduza para aquele desfecho.

Por isso, é preciso ficar de olho nas próximas eleições, que poderão proporcionar ao desgoverno as condições para propor medidas, através do Congresso, que viabilizem o 3º mandato; da mesma forma como, “democraticamente”, foram eleitos e reeleitos Fidel Castro e Chávez, e como procuram perpetuar - se no poder os Presidentes do Equador e da Bolívia.

Na prática, os indícios conduzem para o pior dos pesadelos.

Desgraçadamente, somos representados por políticos abjetos, que se amoldam às normas e distorções de um Legislativo deplorável, arremedo do que deveria ser um dos poderes soberanos do Estado.

Estamos à mercê de crápulas, de fracos e negociáveis indivíduos que não têm o menor prurido em vender sua independência moral. Pela sua leniência e falta de patriotismo, ausência de respeito para consigo e para com os demais cidadãos, cedendo ou curvando - se aos pés do Executivo, é lícito esperar - se uma subserviência total do Congresso aos desígnios do governo.

A postura subordinada do Judiciário nada fica a dever à do Legislativo. Somente, quem não acompanha o descalabro das decisões oriundas da justiça nativa pode, minimamente, esperar uma decisão que contrarie ao executivo. A questão da Reserva Raposa Serra do Sol será a prova incontestável da pusilanimidade daquele poder.

Somos uma nação de pífias instituições. Entidades sem bases, sem identidade, sem um destino altaneiro a servir - lhes de farol. Assim, ladeira abaixo, segue vendada uma Nação.

As Forças Armadas, durante longos anos, postaram - se como as instituições capazes de balizar o que restava de orgulho e grandiosidade nacionais. Porém, submetidas nas últimas décadas ao escárnio e ao revanchismo quedaram - se amorfas.

Hoje, as Forças Armadas perderam o seu orgulho. Cabisbaixas, envergonham - se. Amesquinharam - se, diante de tanta injustiça.

Brasília, DF, 28 de agosto de 2008.


Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 491Exibido 470 vezesFale com o autor