Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
87 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57095 )
Cartas ( 21170)
Contos (12595)
Cordel (10090)
Crônicas (22210)
Discursos (3136)
Ensaios - (9014)
Erótico (13401)
Frases (43742)
Humor (18479)
Infantil (3788)
Infanto Juvenil (2712)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1317)
Poesias (138305)
Redação (2926)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2401)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4887)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Ensaios-->O PT é um partido antidemocrático -- 18/05/2008 - 18:03 (Félix Maier) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
O PT é um partido antidemocrático

Félix Maier

Para o PT, quando a Justiça condena um não-petista, fez-se a justiça. Porém, quando a Justiça condena um petista - seja José Rainha, João Pedro Stédile ou Emir Sader - trata-se de 'condenação política'. Por isso, fez-se a injustiça. É hora de tomar a assinatura de alguns 'intelectuais' comprometidos com a ditadura cubana e apresentar um MANIFESTO à nação!

Liberdade de imprensa, Justiça, Direitos Humanos, ética: o PT pode falar de tudo, menos dessas palavras, porque é, por natureza, antidemocrático.

Provas? Tenho mais de 20!

1. O PT nasceu sob o signo da estrela stalinista, a mesma que existia na antiga bandeira soviética.

2. Os parlamentares do PT, incluindo Lula, não assinaram a Constituição de 1988, por julgarem não ser tão stalinista como desejavam.

3. Durante o governo Collor, o PT criou um famigerado 'governo paralelo', que não sossegou enquanto não expulsou o presidente do Palácio do Planalto. Foi um autêntico golpe de Estado, feito com o prestimoso auxílio da OAB e da ABI. Que, infelizmente, se calaram diante da corrupção do primeiro governo Lula, mil vezes mais grave.

4. No início dos anos de 1990, o PT criou sua própria polícia, a “PT Pol” (“Interpol do PT”), no dizer bem-humorado do ex-senador Esperidião Amin. A 'PT Pol' se mostrou muito atuante no episódio da 'CPI dos Anões', ocasião em que dossiês de desafetos políticos eram feitos aos montes. José 'Daniel' Dirceu é o araponga-chefe da “PT Pol” desde então. Simples de entender: Zé Dirceu fez curso de informação e contra-informação com seu guru Manuel Piñero, o 'Barbarosa', chefe do serviço secreto cubano e ideólogo do grupo terrorista Molipo ao qual pertenceu. Até hoje, pelo que se saiba, Zé Dirceu nunca devolveu o crachá de secreta a Fidel - como já disse Olavo de Carvalho em um artigo. Tanto é que faz visitas constantes a Fidel, para 'prestar contas' do serviço escuso que anda fazendo por aí. Durante a CPI do Banestado, o PT foi acusado de pedir, indevidamente, a quebra de sigilo bancário e telefônico de milhares de empresários. O banco de dados da PT Pol ficou mais rico do que nunca... Depois do episódio do “dossiêgate” contra Geraldo Alckmin e José Serra, ocorrido durante a última campanha presidencial, petistas afirmaram que fecharam sua central de “Inteligentzia”, que passou a ser chamada por alguns de “Burritzia”. Mentira, a “Interpol do PT” continua funcionando como nunca. Por que iriam fechar sua KGB? Prova disso é o recente dossiê feito contra o governo FHC, parido na Casa Civil de Dilma 'Estela' Rousseff. De 'mãe do PAC' (Plano de Assalto ao Cofre, de Adhemar de Barros), 'Estela' passou a ser apenas a 'madrasta do dossiê' e desfila por aí de nariz empinado, como se nada tivesse ocorrido.

5. O PT aplica o 'orçamento participativo' em muitos municípios e Estados, uma idéia leninista conhecida como “dualidade do poder”. Tarso Genro reconheceu que o “orçamento participativo” foi concebido para operar uma “transferência de poder para a classe trabalhadora organizada” e substituir gradativamente “a representação política tradicional, vinda das urnas, pela democracia direta”, acrescentando que esse mecanismo político havia sido constituído sobre “princípios gerais, originários da Comuna de Paris e dos sovietes” (in Totalitarismo Tardio – o caso do PT, de José Giusti Tavares e outros). Pelo conteúdo do livro, Tavares foi processado pelo PT do Rio Grande do Sul. Ou seja, com o 'orçamento participativo', meia dúzia de petistas passam a ser a 'voz de toda a sociedade'.

6. O PT é membro, junto com as FARC, do Foro de São Paulo, entidade neoesquerdista que tem por objetivo comunizar toda a América Latina.

7. O PT quis criar a Ancinav, para domesticar toda a mídia nacional.

8. O PT quis criar o Conselho Federal de Jornalismo, para domesticar todos os jornalistas brasileiros.

9. O governo petista criou a Força Nacional de Segurança Pública, que tem por objetivo destruir o Exército e substituí-lo por milícias leais ao Noço Líder. É o mesmo sistema implantado em Cuba, com seus Comitês de Defesa da Revolução (CDRs) e na Venezuela, com os Círculos Bolivarianos de Hugo Chávez.

10. As Salomés do PT pediram a cabeça de Bóris Casoy, da TV Record, e a obtiveram numa bandeja.

11. O PT pretendeu domesticar a linguagem popular, com uma cartilha 'politicamente correta', dizendo como as pessoas deveriam falar e escrever. Palavras como 'cabeça-chata' e 'boiola' foram abolidas no dicionário stalinista.

12. O PT tem sustentação fascista de falanges totalitárias, como o MST, a CUT, a UNE, o PCdoB e outros partidos/organizações 'orgânicos', como a CPT e a CNBdoB da Igreja Católica. Com a 'força do povo', ou seja, dos 'balilas' e dos 'filhos da loba' dos trópicos, Lula governa como Mussolini. Prova disso é que somos uma República Federativa apenas no nome, pois tudo gira em torno do Governo Central de Noço Guia, a quem governadores e prefeitos têm de esmolar as migalhas que sobram da farra federal, feita pela gastança com o aparelhamento do Estado, o Bolsa Família e gorda verba destinada aos cangaceiros do MST, via Incra.

13. O PT promoveu o aparelhamento do Estado brasileiro, ao criar 20.000 cargos para a companheirada (hoje, são uns 50.000 “aspones” ao todo). Os EUA, um país pobre, têm apenas 4.000 cargos semelhantes.

14. O PT promoveu a corrupção de partidos políticos no Congresso Nacional, ao comprar votos de parlamentares mediante um “mensalão”. Com isso, desmoralizou os congressistas e hoje a população acha que todo mundo é ladrão e, assim, não tem nenhum drama de consciência para eleger ou reeleger ladrões. Tudo dentro da tática leninista de tomada do poder, “é Lula de novo, com a força do bobo”.

15. Lula chegou a falar em 'Operações Mãos Limpas', apesar de o PT ter-se convertido na mafiosa 'Operação Mãos Sujas' do mensalão, valerioduto, dólar na cueca, dólar de Cuba, dossiêgate, dossiê Dilma etc.

16. Lula tem ganas de fechar o Congresso Nacional, como já confessou ao presidente da Gradiente, o Sr. Eugênio Staub: “Staub, não acorde o demônio que tem em mim, porque a vontade que dá é de fechar esse Congresso e fazer o que é preciso”.

17. O PT promove continuamente ameaças contra jornalistas e escritores, a exemplo de Olavo de Carvalho, Ubiratan Iorio, Denis Rosenfield, José Giusti Tavares e outros. O PT ressuscitou o DOPS, ao querer enquadrar o economista e escritor Ubiratan Iorio, por ter escrito o artigo 'Lando, o nefando' no Jornal do Brasil. Logo depois da reeleição de Lula, petistas fanáticos, fantasiados de funcionários públicos, com crachás no peito, agrediram jornalistas em frente ao Palácio do Planalto, dizendo: 'Vamos fechar todos os jornais. Prefiro ditadura que a imprensa'. A imprensa que o PT quer é a que impera em Cuba, que existe unicamente para bajular o ditador. Quem critica Fidel Castro acaba preso em uma 'leoneira', uma minúscula gaiola de ferro, que é colocada no teto da prisão, para que o infeliz passe frio à noite e torre no sol durante o dia. É essa também a imprensa sonhada por Marco Aurélio Garcia, o 'Barbarosa' de Lula, o Manuel Piñero do PT, o leva-e-traz mensagens do Foro de São Paulo, criado em 1990 por Lula e Fidel para criar na região uma nova União Soviética, a União das Repúblicas Socialistas da América Latina (URSAL).

18. O PT, na pessoa do deputado Greenhalgh, intimou o Mídia Sem Máscara a retirar do site um artigo que não agradou aos seus bigodes limpa-trilhos.

19. O PT tentou expulsar o jornalista do New YorkTimes, Larry Rohter, por ter escrito que Lula bebia. Resultado: Lula criou um inoportuno tornado dentro de um copo de cachaça...

20. O PT promove ainda mais o centralismo do Estado brasileiro, onde Lula manda em tudo, especialmente no Bolsa Família, que deveria ser um programa municipal, não federal. Mas, sem esse voto de cabresto moderno, Lula não teria conseguido 25 milhões de votos extras para se reeleger.

21. Durante a última campanha presidencial, o PT mandou apagar algumas comunidades virtuais do Orkut contrárias a Lula. As que beijavam as mãos de Painho Lula, o Noço Guia dos trópicos, como 'Os Amigos do Presidente Lula' (Cfr. http://www.osamigosdopresidentelula.blogspot.com/), foram mantidas na Internet, por questões óbvias. Esse site, dos 'Amigos do Lula', é formado por bajuladores e até por alguns criminosos, um dos quais me ameaçou, dizendo que iria pesquisar meu Imposto de Renda! Um outro petralha tentou me denegrir, postando mensagem caluniosas a meu respeito, como sendo um 'falsificador de cartas na Internet' (Cfr. http://osamigosdopresidentelula.blogspot.com/2007/08/textos-falsos-na-internet.html).

22. Lula deu a entender, ainda antes da reeleição, que pretende convocar uma Assembléia Constituinte, para fazer a 'reforma política'. Claro está que o PT quer repetir a façanha de Hugo Chávez, que está se perpetuando no poder, e a de Evo Cocales, que já aprovou a sua Constituinte. Por isso, o PT quer porque quer um terceiro mandato para Lula, depois um quarto, um quinto. Lula já disse em diversas ocasiões que é contra outro mandato consecutivo. Até afirmou que em 2010 irá 'assar um coelho', seu prato preferido. Lula só não afirmou se seu churrasqueiro preferido, Jorge Lorenzetti, irá assar o animal no apartamento em São Bernardo ou na Granja do Torto...

23. E, last but not least, o governo do PT e seus aliados radicais teimam em continuar denegrindo as Forças Armadas, em um revanchismo que não tem fim. É o caso das indenizações milionárias concedidas a alguns 'perseguidos políticos', como Cony, Ziraldo e Jaguar, que teriam sido esmagados pelos cruéis governos militares - uma prática que começou durante o governo FHC e sua maldita Comissão dos Desaparecidos. No momento, com o apoio incondicional do Comissário do Povo, Tarso Genro, fantasiado de Ministro da Justiça, o Ministério Público Federal move ação contra antigos comandantes do DOI-CODI, em São Paulo, os coronéis Carlos Alberto Brilhante Ustra e Audir Santos Maciel. Exigem desses briosos chefes militares, que combateram a Peste Vermelha, indenizações milionárias para serem doadas aos familiares de 64 supostas vítimas. Nada mais fazem do que tentar rasgar a Lei da Anistia, que deve valer para os dois lados, não somente para os terroristas e assaltantes da esquerda. Porém, espera-se que não passe no STF esse tipo de desfaçatez, como já ocorreu no Chile, na Argentina e no Uruguai. Os brasileiros que não apóiam as manobras do Béria tupiniquim e seus sinistros aliados confiam que ainda existem juízes em Berlim, quero dizer, em Brasília.

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 491Exibido 551 vezesFale com o autor