Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
10 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57389 )
Cartas ( 21182)
Contos (12609)
Cordel (10139)
Crônicas (22258)
Discursos (3139)
Ensaios - (9064)
Erótico (13414)
Frases (44151)
Humor (18587)
Infantil (3849)
Infanto Juvenil (2804)
Letras de Música (5476)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138551)
Redação (2942)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2408)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4944)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->OI virou AI! E o Claro ficou ESCURO! -- 20/10/2012 - 11:05 (Marcelo de Oliveira Souza,IWA Instagram:marceloescritor) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
OI virou AI! E o Claro ficou ESCURO!





Hoje em dia é uma verdadeira maratona, a gente conseguir um pouco de atenção das telefônicas, parece até que estamos precisando, implorando favor.

Depois da ascensão das máquinas de atendimento, onde elas falam, sorriem, orientam, até interagem com os sofredores, clientes desavisados, a coisa piorou.

Após a Telemar se extinguir, o nosso telefone foi jogado para os ombros da OI, que domina o mercado, mas atendimento que é bom, só com a máquina.

Assim viramos vítimas do mau atendimento, cansados de sofrer por não ter atenção de nenhum humano, resolvemos acatar uma propaganda que veio do nosso canal fechado, telefone de um real e ligação para todo o pais em todos os fixos e celulares “escuros”.

Assim caímos em mais um armadilha, pois decidimos comprar o aparelho imitando celular, mas não disseram que a gente tinha que ficar carregando, porque o que carrega é somente com o pedestal, como eu pensava que somente santo que tinha pedestal, não caí do pedestal, mas caí feio do cavalo.

Ao receber o produto vi a bronca e quando consegui milagrosamente falar com um ser humano ela disse que eu tinha que aguardar regulamentar a linha, depois de alguns dias ao regulamentar o aparelho liguei novamente e fui encaminhado para outro número, esse número não tinha ser humano e as infinitas escolhas numéricas terminava em “obrigado pela ligação”.

Mas como todo escritor é criativo, descobri um chat no site do “Escuro”, que depois de inúmeras tentativas, apareceu um ser humano que disse não poder fazer nada quanto a isso, se arrependeu, “dançou”! E o tempo de avaliação do produto?

Agora a gente vai procurar chorar no PROCON ou passar a vida carregando aparelhos e descarregando a nossa paciência.





Marcelo de Oliveira Souza

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui