Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
176 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 58139 )
Cartas ( 21211)
Contos (12855)
Cordel (10239)
Crônicas (22080)
Discursos (3147)
Ensaios - (9225)
Erótico (13453)
Frases (45289)
Humor (18935)
Infantil (4156)
Infanto Juvenil (3232)
Letras de Música (5505)
Peça de Teatro (1328)
Poesias (138700)
Redação (2995)
Roteiro de Filme ou Novela (1058)
Teses / Monologos (2417)
Textos Jurídicos (1934)
Textos Religiosos/Sermões (5249)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Ensaios-->REFLEXÕES SOBRE O AMOR... -- 02/10/2007 - 12:01 (getulio silva) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
REFLEXÕES SOBRE O AMOR...



Estive pensando o que seria o amor... E os porquês complicaram tanto, esse sentimento que é procurado por todos! Porque buscamos o amor e aí, quando ele chega queremos ignorá-lo... Seria por medo de ser traído ou medo de perder a razão? Ou medo de fazer loucuras como, por exemplo: Largar tudo na sua vida para seguir os impulsos do coração!
Se o amor é a força que move as nossas vidas, porque não viver o amor!
Porque se refugiar desse sentimento lindo e nobre. Seria por insegurança ou achar que o outro iria tê-lo nas mãos... Seria mais fácil agir com a razão do que com a emoção?
Às vezes é preciso sonhar e a razão não permite sonhos, tudo pensado e calculado nos mínimos detalhes... Com o amor você viaja nos devaneios, transforma montanhas de pedras em jardins floridos! O amor tem mistérios que a razão desconhece, pois ser racional é analisar as circunstâncias da vida com o olhar frio de um juiz.
Então, porque procuras o amor, se o rejeitas?
Se quiseres ter razão em tudo, não vais amar ninguém! A razão não permite delírios
ou divagações poéticas, não existem as rosas azuis para o raciocínio lógico! O mar é azul e pronto! E o mar deixa de ser de um azul esverdeado no romantismo do amor...
Já no amor, as rosas azuis circundam os jardins floridos do palácio de cristal... E o mar tranqüilo, no vaivém de suas ondas, traz-nos as lembranças de um amor que ainda, vais voltar!
E na razão, a água do mar está calma porque não está ventando.
E no amor, as brumas vão se esvaindo e por detrás da fumaça densa, eis que surge um mar de calmaria... De azuis esverdeados, com uma película dourada, causada pelos raios do sol...
E a lua se esconde com inveja de ti meu amor!!!
E olhando a lua com a razão, ela se esconde porque vai chover!Não está vendo isso!!! Que afirmativa boba, quando se pode dizer: A lua se escondeu com ciúmes de você meu amor!
Ah!!! O amor esse sentimento que nos deixa com o coração acelerado, querendo sair pela boca e feito bobo de tanta felicidade, quando o ser amado está chegando... A presença do outro nos faz sonhar! Nestes momentos, esquecemos de tudo que a razão determina... Contas a pagar, desemprego, plano de saúde, condomínio atrasado...
Então, deixe a razão para os momentos que lhes são necessários e se entregue ao amor, não tenha medo de dizer: EU TE AMO! Dê lhes uma chance ao amor!!!


Getúlio Silva 01/10/2007
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui