Usina de Letras
Usina de Letras
43 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59518 )

Cartas ( 21247)

Contos (13249)

Cordel (10311)

Crônicas (22246)

Discursos (3167)

Ensaios - (9500)

Erótico (13497)

Frases (46989)

Humor (19364)

Infantil (4541)

Infanto Juvenil (3848)

Letras de Música (5495)

Peça de Teatro (1339)

Poesias (138581)

Redação (3071)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2430)

Textos Jurídicos (1946)

Textos Religiosos/Sermões (5611)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Ensaios-->TJN - 011 = Desabafo, primeiro, e Grito ... -- 01/03/2007 - 18:34 (TERTÚLIA JN) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Desabafo, primeiro, e Grito sempre depois, até perder de todo as duas vozes...

Sem buscar nunca o privilégio das ribaltas ou lucro material, tenho lutado ao longo de toda a minha vida, e comecei bem cedo, pela liberdade plena, pela abertura de todas as portas e sobretudo pela harmonia convivencial, na fé convicta de que o ser humano pode por si mesmo dominar o raciocínio e tornar-se, reconhecendo-se, uma criatura irmanante na acepção límpida do termo.

Mil iniciativas que tomei e fiz irromper nas mais díspares vertentes, todas elas solicitando apenas empenhada boa-vontade para se lograr sentido e realidade, mil iniciativas também vi e senti claudicarem, ora por falta de comezinho senso, ora arrasadas pela ambição desmedida que ao fim e ao cabo sequer foi ambição alguma. Apenas inveja, mesquinhez, baixeza de pensamento e imbróglio masoquista que, se tem explicação, significará em súmula tão-só 'pele-queimada'.

Os meus braços caiem-me hoje ao longo do corpo soçobrados de decepção e a revolta apodera-se-me do raciocínio exalando num zurro a confrangedora desistência que a pouco e pouco se implanta nos meus derradeiros dias. O Hércules e a Hidra (dois permanentes 'HH' em confronto), inacreditáveis personagens da Bíblia, aí estão postas bem defronte à minha fronte, degladiando-se em vão sob pendor perpétuo.

Daí, dos meus insignificantes esforços à insignificância deste fórum, perante as avantesmas do mundo, concluo que os tiros suicidas que voluntariosamente entraram na cabeça de inteligências enormes, foram exclusivamente accionados pelo trágico fatalismo que fomenta a ignorância bem assaz por dentro do núcleo da inteligência predadora.

Mesmo assim, ainda que vencido e convencido, por algo que nem sei o que é, não cessarei de gritar até perder de todo as duas vozes...

António Torre da Guia
Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui