Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
74 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57096 )
Cartas ( 21170)
Contos (12597)
Cordel (10090)
Crônicas (22210)
Discursos (3136)
Ensaios - (9014)
Erótico (13401)
Frases (43742)
Humor (18481)
Infantil (3788)
Infanto Juvenil (2712)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1317)
Poesias (138305)
Redação (2926)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2401)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4887)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->POEMA VERDE -- 18/08/2000 - 10:39 (João Ferreira) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos




POEMA VERDE



Jan Muá

18 de agosto de 2000







Há um impacto em meus olhos

No opulento e silencioso

E suspenso espectáculo



É o verde-que-te-quero-verde

No prado viçoso e luzidio

Espumando vida



As paineiras altivas carnudas e vitais

Simulam densas matas amazônicas

De taras ancestrais



No quadro da pintura que redesenho

Buritis ousados dançam

No balanço de seus leques asiáticos



Tudo transparece na emoção genesíaca

De canteiros arrumados e de árvores múltiplas

Que urbanizam a academia da natureza



Na tarde de sol místico envolvente

O Éden firma-se aqui

Na exuberância da forma vegetal



Eu sou o espectador de um palco armado

Com o zéfiro bafejando audaz

A aura luminosa do parque



É ele que toca amorosamente as folhas

E traz ânimo aos convivas

Que se refastelam no banquete verde da tarde.





Jan Muá

18 de agosto de 2000
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 74Exibido 871 vezesFale com o autor