Usina de Letras
Usina de Letras
17 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 61958 )

Cartas ( 21333)

Contos (13252)

Cordel (10444)

Cronicas (22531)

Discursos (3235)

Ensaios - (10261)

Erótico (13560)

Frases (50369)

Humor (19994)

Infantil (5390)

Infanto Juvenil (4724)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1375)

Poesias (140716)

Redação (3290)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1956)

Textos Religiosos/Sermões (6141)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->TRISTEZA É OUTRA COISA! -- 04/02/2003 - 08:33 (ALEXANDRE FAGUNDES) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Triste porquê?

Não, não o sou!

Tristes são os famintos, os miseráveis,

os covardes, os ignorantes, os enfermos.;

São tristes os desgraçados do tempo.;

Os que não têm paz...



Não eu, que apenas perdi teu amor.;

Não eu, que tão somente tenho este vazio na alma.



Isto que me fere o íntimo não é tristeza,

é outra coisa ácida, que ainda não tem nome.;

É outra dor estranha, mas, tristeza isso não é!



É uma doença que não pode ser transmitida.

Pode até ser curada (vejam que peculiaridade!)

pela saliva que os beijos trocam.



Mas não é tristeza não!

Há lágrimas, tremores e uma insônia crônica,

mas tristeza é outra coisa...

Talvez seja, justamente, (vejam que contra-senso!)

não ter um amor para sentir falta!
Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui