Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
202 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57948 )
Cartas ( 21205)
Contos (12792)
Cordel (10234)
Crônicas (22052)
Discursos (3145)
Ensaios - (9189)
Erótico (13450)
Frases (45037)
Humor (18878)
Infantil (4090)
Infanto Juvenil (3126)
Letras de Música (5497)
Peça de Teatro (1328)
Poesias (138520)
Redação (2984)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2416)
Textos Jurídicos (1932)
Textos Religiosos/Sermões (5190)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->A Poetisa Edméia -- 30/01/2003 - 19:36 (José de Sousa Dantas) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Recebi sua mensagem

recheada de emoções

agradeço à grande Amiga

pelas considerações

desejando amor, saúde

paz e realizações.



Li as suas produções,

conferindo a simpatia

de uma mulher elegante

que nos transmite alegria

quem é que não tem prazer

tê-la em nossa companhia.



Você merece poesia

um mar cheio de riqueza

um paraíso ideal,

circundado de beleza

e as estrelas iluminando

nos palcos da natureza.



Edméia escreveu,

poema, felicidade,

rosto, sentimento, cio,

carência, necessidade,

fome, cheiro, telefone,

esperança, liberdade.



Tempo, credibilidade,

caminhando, solidão,

devaneios, troca-troca,

barulhinho, ilusão,

auxílio, menino, vício,

passando a limpo, tesão.



Ausência, cinza, razão,

pedido, computador,

doçura, louca, agonia,

aconchego, eu, amor,

janela, luta, prazer,

bombom, certo-errado, dor.



São poesias de valor,

leviana e além-mar,

passado, futuro, fotos,

fuga, arte de amar,

angústia, bacia d’água,

revolta, espera, pulsar.



Dantas, em 30/01/2003.

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui