Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
112 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57755 )
Cartas ( 21192)
Contos (12694)
Cordel (10206)
Crônicas (22323)
Discursos (3143)
Ensaios - (9126)
Erótico (13426)
Frases (44547)
Humor (18704)
Infantil (3971)
Infanto Juvenil (2910)
Letras de Música (5481)
Peça de Teatro (1321)
Poesias (138405)
Redação (2955)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2413)
Textos Jurídicos (1930)
Textos Religiosos/Sermões (5038)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->SOU POETA, ENGENHEIRO, NORDESTINO -- 10/09/2003 - 12:04 (José de Sousa Dantas) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
SOU POETA, ENGENHEIRO, NORDESTINO,
ESCRITOR E AMANTE DA CULTURA
José de Sousa Dantas, em 10/09/2003

Eu nasci num aceiro do roçado,
me criei escutando cantador,
cheio de esperança e de vigor,
satisfeito, feliz e animado;
toda vez que recordo esse passado,
o meu peito se enche de ternura,
de uma vida repleta de aventura,
que passei no meu tempo de menino.
Sou poeta, engenheiro, nordestino,
escritor e amante da cultura.

Eu vivi minha infância no sertão,
escutando o cantar do passarinho,
acauã, rouxinol, cabocolinho,
asa branca, xexéu, corrupião;
ajudei a meus pais e meu irmão,
nos serviços da nossa agricultura,
trabalhando com fé e com bravura,
enfrentando o calor do sol a pino.
Sou poeta, engenheiro, nordestino,
escritor e amante da cultura.

Eu passei toda a minha mocidade
trabalhando num clima abrasador,
mas depois eu saí do interior,
procurando maior prosperidade;
fiz um teste e entrei na faculdade,
aprendi a lição com a leitura,
foi no curso que tive a abertura,
pra fazer os poemas do meu hino.
Sou poeta, engenheiro, nordestino,
escritor e amante da cultura.

Pra vencer nessa vida, eu enfrentei
chuva, vento, poeira e terra quente,
sempre fui otimista e persistente,
obstáculos na vida atravessei;
fui crescendo, estudando e me esforcei,
consegui alcançar a formatura,
procurei estudar literatura,
numa área poética que combino.
Sou poeta, engenheiro, nordestino,
escritor e amante da cultura.

Escrevi a história do sertão,
o lugar que nasci e fui criado,
no meu livro se encontra registrado,
para termos maior recordação;
e continuo fazendo descrição
sobre temas da nossa conjuntura,
crise, povo, poder, arte e pintura,
esperança e sistema de ensino,
Sou poeta, engenheiro, nordestino,
escritor e amante da cultura.

Faço verso em sextilha e em martelo,
em mourão, em galope a beira mar,
encontrei na cultura popular,
o meu hobby, no qual eu me revelo;
vou fazendo o meu verso paralelo
aos trabalhos da minha arquitetura,
procurando mostrá-los com lisura,
pra cumprir a missão do meu destino.
Sou poeta, engenheiro, nordestino,
escritor e amante da cultura.

Tenho sido um agente defensor
de poetas, cantor e repentista,
sanfoneiro, coquista e cordelista,
humorista, artesão, declamador,
organizo os eventos com amor,
conferindo à arte cobertura
a quem gosta, se esforça e me procura,
seja artista do campo ou citadino.
Sou poeta, engenheiro, nordestino,
escritor e amante da cultura.

Sou amante das artes em geral,
do folclore, lundu, xote e baião,
capoeira, ciranda, apartação,
do repente, cordel e recital,
bambolê, carimbó e carnaval,
mamulengo, pagode e a mistura
de lambada com samba de quentura,
boi-bumbá e boneco vitalino......
Sou poeta, engenheiro, nordestino,
escritor e amante da cultura.

As palavras da língua portuguesa
facilitam fazer verso rimado,
justo, forte, cabal, metrificado,
me ajudando a criar frase coesa,
que me leva a manter a verve acesa,
para dar harmonia à contextura,
realizando um trabalho à altura
de quem busca um acervo genuíno.
Sou poeta, engenheiro, nordestino,
escritor e amante da cultura.

Eu procuro as palavras adequadas,
que expressem no ato, meramente,
o que há de melhor e consistente,
todas coisas que podem ser mostradas,
pra que sejam julgadas e aprovadas,
sem deixar qualquer parte obscura,
um trabalho que é bom sempre perdura,
por ser útil, vital, grande e divino.
Sou poeta, engenheiro, nordestino,
escritor e amante da cultura.

Tanto assunto que existe sugestivo,
mas precisa de desenvolvimento,
para o povo ter mais conhecimento,
sem ficar pelo mundo apreensivo;
tanto homem capaz e criativo,
pra fazer, com maior desenvoltura,
um trabalho de alta envergadura,
esmerado, perfeito e superfino.
Sou poeta, engenheiro, nordestino,
escritor e amante da cultura.

De acordo com a minha condição,
eu procuro fazer o meu trabalho,
qualquer tema que estudo, eu detalho,
agrupando a melhor informação,
que permita a formar a produção,
dando mais consistência à estrutura,
texto, quadro, legendas e figura,
tudo deve ficar no figurino.
Sou poeta, engenheiro, nordestino,
escritor e amante da cultura.

No exercício da minha profissão
construí laje, ponte e rodovia,
caixa d’água, canal e moradia,
dos projetos, fiz a coordenação;
no setor da atual repartição,
toda a dívida, presente e a futura,
está sob controle e na estrutura
do ajuste de um plano cristalino.
Sou poeta, engenheiro, nordestino,
escritor e amante da cultura.

Vou cumprindo co’a minha obrigação,
estudando, aprendendo e ensinando,
produzindo, escrevendo e melhorando,
sempre acompanhando a evolução,
com saúde, com paz no coração,
e com DEUS pra acertar na conjetura,
de acordo com a propositura,
que escolho, acredito e determino.
Sou poeta, engenheiro, nordestino,
escritor e amante da cultura.

O que fiz, o que faço e o que farei,
quem não fez, poderá fazer um dia,
pois o homem tem a sabedoria,
pra pensar da maneira que pensei,
enfrentar e provar o que provei,
na vontade, na raça e na loucura,
preservando a imagem e a postura,
e os projetos da forma que imagino.
Sou poeta, engenheiro, nordestino,
escritor e amante da cultura.

POESIA é a fonte de lição,
importante pra toda a humanidade,
pelas frases de alta qualidade,
recheadas de som e emoção;
ela está no soneto, na canção,
na paisagem, no lar, na escultura,
no perfume, nas flores, na textura,
e nos versos polidos do meu tino.
Sou poeta, engenheiro, nordestino,
escritor e amante da cultura.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 68Exibido 942 vezesFale com o autor