Usina de Letras
                                                                         
Usina de Letras
38 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 59135 )

Cartas ( 21236)

Contos (13102)

Cordel (10292)

Crônicas (22196)

Discursos (3164)

Ensaios - (9439)

Erótico (13481)

Frases (46519)

Humor (19281)

Infantil (4461)

Infanto Juvenil (3729)

Letras de Música (5479)

Peça de Teatro (1337)

Poesias (138234)

Redação (3054)

Roteiro de Filme ou Novela (1060)

Teses / Monologos (2427)

Textos Jurídicos (1945)

Textos Religiosos/Sermões (5525)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Ensaios-->COMO EU SOU -- 02/08/2002 - 18:13 (Antonio Albino Pereira) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
. Você não quer saber direito
Como estou.
Não entende esse meu jeito,
Como sou.
Não vou me esquecer
Só pra te satisfazer,
Você tem que me aceitar
Assim, como eu sou.
Não vou mudar, não vou.

Se você quer partir agora,
Pode ir.
Saia por esta porta afora
Sem sorrir.
Mas não pense em voltar,
Nem em telefonar,
Pois eu vou te esquecer
E vou assim permanecer.
Não vou mudar, não vou.

Eu vou seguir o meu caminho,
Como sou.
Não quero estar assim sozinho,
Como estou.
Eu vou tirar você de mim,
Vou colocar ponto final,
Vou procurar outra pessoa
Que me aceite como eu sou.
Não vou mudar, não vou.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui