Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
22 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57784 )
Cartas ( 21194)
Contos (12696)
Cordel (10211)
Crônicas (22323)
Discursos (3143)
Ensaios - (9130)
Erótico (13429)
Frases (44611)
Humor (18715)
Infantil (3977)
Infanto Juvenil (2918)
Letras de Música (5483)
Peça de Teatro (1321)
Poesias (138434)
Redação (2958)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2413)
Textos Jurídicos (1931)
Textos Religiosos/Sermões (5051)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->OS JEGUES ENVIAGRADOS -- 29/08/2003 - 17:29 (José de Sousa Dantas) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
OS JEGUES ENVIAGRADOS
Declamado por Sebastião Dias (repentista)

Quando a seca de noventa
e três bateu no sertão
uma crise violenta
se alastrou na região
e seu Severino Raimundo
da fazenda Vira Mundo
vendeu o gado que tinha
e só deixou no seu terreno
o seu jumento Moreno
e a velha jega Roxinha

Roxinha era conhecida
de todos da redondeza
apesar de envelhecida
era cheia de ardileza
frente aberta, anca larga
boa na sela e na carga
e além da fama de mansa
era por merecimentos
mãe dos melhores jumentos
nascidos na vizinhança.

Moreno, ao contrário dela,
causava até piedade
estropiado, banguela
36 anos de idade
na barriga três rupturas
no lombo dez pisaduras
já entregue ao abandono
às moscas e à doença
nada teve em recompensa
dos maltratos do seu dono.

Seu Biu de velho e cansado
se lamentava da sorte
só um filho foi gerado
na falecida consorte
era o tal de Cipriano
pior de que um cigano
todo ao contrário do pai
vagabundo, trambiqueiro
e pra começar sacoleiro
das feiras do Paraguai.

Nesse tempo a propaganda
do VIAGRA dominava
em quase toda quitanda
o remédio à venda estava
e ele avistou numa rua
uma Paraguaia nua
em uma fotografia
e na mão da morena magra
o danado do VIAGRA
dizendo pra que servia.

Nesse instante Cipriano
viu seu comércio crescer
e calculou logo de um ano
o lucro que ia ter
mandou embrulhar 40
pagou 280
e partiu pro chão nordestino
com a foto da Paraguaia
pensando que o seu cobaia
ia ser Seu Severino

Sabendo que o velho pai
era impaciente e bruto
disse: ô pai, no Paraguai
agora tem um produto
que um homem da sua idade
se quiser sentir vontade
de fazer o que fazia
se tomar um se anima
fica afoito e vai em cima
de 10 nega todo dia.

Seu Severino pulou
e disse: dê-se o respeito
de onde você tirou
essa conversa, sujeito.
Escute o que estou dizendo:
se um cabra passar vendendo
esse troço em minha porta
eu mato e queimo essa cousa
que eu não traí minha esposa
viva, imagine morta!

Cipriano nessa hora
sentiu-se um homem arrasado
seu dinheiro foi embora
seu sonho desmoronado
tangeu Moreno e Roxinha
pro terreiro da cozinha
pegou o medicamento
pisou todinho no pilão
e misturou com a ração
da jumenta e do jumento.

Seu Biu, coitado, inocente
foi dar água aos dois num poço
botou a jega na frente
e montou-se no jegue em osso.
Daí a pouco Moreno
parou, cheirou o terreno
soltou um rincho e um traque
com duas popas que deu
Seu Biu subiu e desceu
Quase se lasca do baque.

Mesmo caído notou
uns estremeços em Roxinha
aí Moreno puxou
a corneta da bainha
balançou as sobrancelhas
juntou as duas orelhas
deu quatro sopros de venta
deixou o dono pra trás
e partiu feito o satanás
em procura da jumenta.

Quando Roxinha sentiu
que ia ser agredida
tomou das mãos de Seu Biu
o cabresto e fez partida
quebraram um pé de jurema
fizeram bunda de Ema
e entraram na capoeira
e Cipriano sorrindo
no terreiro só ouvindo
o estalo da madeira.

Partiram do Seridó
cruzaram o vale do Assu
dobraram no Piancó
e entraram no Pajeú
sumiram no Cariri
voltaram pro Sabugi
só se ouvia a algazarra
dos dois correndo e rinchando
e Moreno de vez em quando
pegando a pobre na marra.

Mas depois que foi passando
do comprimido o efeito
Moreno foi esfriando
Roxinha ficou sem jeito
com 9 dias depois
Seu Biu encontrou os dois
na roça de Mané Ivo.
Moreno uma só ferida
Roxinha toda mordida
e os cascos no sangue vivo.

E não é que a Jega de Biu!
ficou prenha novamente
quando o velho descobriu
quase morre de contente
Roxinha pelo que fez
foi mãe pela última vez
e Moreno também foi pai
do último filho nascido
a poder do comprimido
trazido do Paraguai.

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 69Exibido 1793 vezesFale com o autor