Usina de Letras
Usina de Letras
120 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62161 )

Cartas ( 21334)

Contos (13260)

Cordel (10449)

Cronicas (22530)

Discursos (3238)

Ensaios - (10347)

Erótico (13567)

Frases (50573)

Humor (20027)

Infantil (5422)

Infanto Juvenil (4752)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1376)

Poesias (140790)

Redação (3302)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1959)

Textos Religiosos/Sermões (6182)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Artigos-->Contação de histórias num abrigo de senhoras - (3) -- 01/07/2011 - 18:36 (Alzira Chagas Carpigiani) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos


 



Relatório de 24 de junho de 2011 &
9472; Abrigo Pentecostes (das 10 às 11 h)



Senhoras:



D. Maria Silvestre



Pérola



Dolores



Valdete



Maria José



Joana



Maria Rosa



Hermínia



Ascensão



Enfermeira: Vanda



Aquecimento: Música Pela primeira vez (de Noel Rosa e Cristovão de Alencar, na voz de Orlando Silva)



Histórias: Manka, a esperta; A Princesa Jia e Couro de Piolho.



Estamos caminhando e experimentando. Hoje, pensei que ouvir uma música antes da contação de histórias podia ser um aquecimento bem interessante. Sim, porque a música tem a capacidade de ativar as nossas memórias afetivas, isso acontece comigo frequentemente. Eu até já tinha separado o cd Imagens do Aurio Corrá (que comprei por impulso numa loja de artigos esotéricos há alguns anos), quando meu marido comentou sobre a coleção de cd&
39;s Revivendo que temos em casa, composta por nomes como Francisco Alves, Carmen Miranda, Orlando Silva, Cauby Peixoto e eu pensei "por que não?".



Pela Primeira Vez cantada pelo Orlando Silva me pareceu ser uma boa música para começar. Apesar da maioria das senhoras não se lembrar dessa música, todas gostaram do ritmo e fizeram acompanhamento com batidinhas nas pernas ou com palmas. Elas riram quando eu disse que a gente podia até fazer um baile ali no meio da sala.



Dona Hermínia, que chegou um pouco atrasada, lamentou profundamente não ter ouvido a canção do Orlando Silva, porque segundo suas palavras ela adora música.



As senhoras aplaudiram a personagem Manka, que com sua inteligência privilegiada conquista o coração do burgomestre de sua cidade nesse conto tradicional da antiga Tchecoslováquia. Mas a diversão ficou mesmo por conta da Princesa Jia e do Couro de Piolho, as duas versões retiradas do livro Contos Tradicionais do Brasil, de Luís da Camara Cascudo.



A nossa caminhada está indo bem que é uma beleza! Semana que vem tem mais, pessoal! 



"Entrou pelo bico de um pato, saiu pelo bico de um pinto, seu rei mandou dizer para eu contar mais cinco..."

Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui