Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
48 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57091 )
Cartas ( 21170)
Contos (12604)
Cordel (10090)
Crônicas (22210)
Discursos (3136)
Ensaios - (9013)
Erótico (13401)
Frases (43733)
Humor (18475)
Infantil (3786)
Infanto Juvenil (2710)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1317)
Poesias (138299)
Redação (2926)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2401)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4885)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Ensaios-->ESCRITORES:PERIGOSOS E MALDITOS -- 29/02/2000 - 23:22 (Paccelli José Maracci Zahler) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
ESCRITORES: PERIGOSOS E MALDITOS


PACCELLI JOSÉ MARACCI ZAHLER

PARA MARSHALL MCLUHAN, TEÓRICO CANADENSE DA LITERATURA E DA COMUNICAÇÃO (1911-1980), A ARTE, ASSIM COMO O RADAR, ATUA COMO SE FOSSE UM VERDADEIRO SISTEMA DE ALARME PREMONITÓRIO, CAPACITANDO-NOS A DESCOBRIR E A ENFRENTAR OBJETIVOS SOCIAIS E PSÍQUICOS COM GRANDE ANTECEDÊNCIA.
A ARTE LITERÁRIA ENQUADRA-SE PERFEITAMENTE NESTE CONCEITO DE MCLUHAN POIS ESCREVER É UMA FORMA DE PROVOCAR SENTIMENTOS, DE CRIAR, DE DESCREVER O MUNDO, DE FAZER AS PESSOAS PENSAREM SOBRE O QUE ESTÁ EXPRESSO ATRAVÉS DA PALAVRA ESCRITA.
DESSA MANEIRA, A ESCRITA PASSA A SER UM FENÔMENO ARTÍSTICO E O TEXTO UMA OBRA DE ARTE. ENTRE OS DOIS, ESTÁ A FIGURA DO ESCRITOR.
O ESCRITOR PODE SER ENTENDIDO COMO O ARTISTA QUE CRIA E SE EXPRESSA ATRAVÉS DA PALAVRA ESCRITA.
SEGUNDO EZRA POUND, POETA E CRÍTICO LITERÁRIO NORTE-AMERICANO (1885-1972), OS BONS ESCRITORES SÃO AQUELES QUE MANTÊM A LINGUAGEM EFICIENTE, PRECISA E CLARA. NO SEU ENTENDER, OS ESCRITORES PODIAM SER CLASSIFICADOS EM :

1. INVENTORES: AQUELES QUE DESCOBRIRAM UM NOVO PROCESSO OU CUJA OBRA NOS DÁ O PRIMEIRO EXEMPLO CONHECIDO DE UM PROCESSO;
2. MESTRES: AQUELES QUE COMBINARAM UM CERTO NÚMERO DE TAIS PROCESSOS E QUE OS USARAM TÃO BEM OU MELHOR QUE OS INVENTORES;
3. DILUIDORES: SÃO OS QUE VIERAM DEPOIS DAS DUAS PRIMEIRAS ESPÉCIES DE ESCRITOR E NÃO FORAM CAPAZES DE REALIZAR TÃO BEM O TRABALHO;
4. BONS ESCRITORES SEM QUALIDADES SALIENTES: SÃO OS QUE NASCERAM EM UMA ÉPOCA EM QUE A LITERATURA DE SEU PAÍS ESTÁ EM BOA ORDEM E SEGUEM O BOM ESTILO DO PERÍODO;
5. BELETRISTAS: SÃO OS QUE NÃO INVENTARAM NADA, MAS QUE SE ESPECIALIZARAM EM UMA PARTE PARTICULAR DA ARTE DE ESCREVER; E
6. LANÇADORES DE MODA: AQUELES CUJA OBRA SE MANTÉM POR ALGUM TEMPO (DÉCADAS OU SÉCULOS) SENDO, POSTERIORMENTE, DEIXADAS DE LADO.

SEJA QUAL FOR A CLASSIFICAÇÃO, OS ESCRITORES INFLUENCIAM A SOCIEDADE POR
SEREM FORMADORES DE OPINIÃO. ISTO OS TORNA VULNERÁVEIS À AÇÃO DE GOVERNOS DITATORIAIS, GRUPOS CONSERVADORES, XENÓFOBOS, TERRORISTAS E RELIGIOSOS FUNDAMENTALISTAS.
O CASO MAIS CONHECIDO PROVAVELMENTE SEJA SALMAN RUSHDIE, ESCRITOR INGLÊS DE ORIGEM INDIANA, CUJO LIVRO VERSOS SATÂNICOS FOI CONSIDERADO OFENSIVO AO ISLAMISMO, RESULTANDO EM SUA CONDENAÇÃO À MORTE, EM 1989, PELOS LÍDERES RELIGIOSOS DO IRÂ.
HÁ TAMBÉM OUTROS CASOS, COMO O DO ALBANÊS BASHKIM SHEHU, QUE REDIGIU UM MANIFESTO COM OUTROS INTELECTUAIS DENUNCIANDO FRAUDES NAS ELEIÇÕES PARLAMENTARES DE SEU PAÍS EM MAIO DE 1996 E, COMO CONSEQÜÊNCIA, FOI OBRIGADO A EMIGRAR PARA A ESPANHA; O DO POETA VIETNAMITA NGUYEN CHI THIEN, CONDENADO À PRISÃO POR ESCREVER POEMAS QUE DENUNCIAVAM A MISÉRIA DO POVO; O DO ESCRITOR WOLE SOYINKA, GANHADOR DO PRÊMIO NOBEL DE 1986, ACUSADO DE TRAIÇÃO EM 1997 POR CRITICAR A DITADURA MILITAR DA NIGÉRIA; SEM FALAR NO POETA CUBANO RICARDO ALBERTO PEREZ QUE, DESDE 1995, QUANDO PUBLICOU UMA CARTA ABERTA CONTRA A CENSURA EM HAVANA, FOI IMPEDIDO DE PUBLICAR, PARTICIPAR DE EVENTOS OU TRABALHAR EM QUALQUER ENTIDADE.
TAIS FATOS CORROBORAM A AFIRMAÇÃO FEITA POR EZRA POUND (1990) DE QUE 'OS PARTIDÁRIOS DE IDÉIAS PARTICULARES PODEM DAR MAIS VALOR A ESCRITORES QUE CONCORDEM COM ELES DO QUE A ESCRITORES QUE NÃO CONCORDEM; PODEM DAR - E USUALMENTE DÃO- MAIS VALOR A MAUS ESCRITORES DO SEU PARTIDO OU RELIGIÃO DO QUE AOS BONS ESCRITORES DE OUTRO PARTIDO OU IGREJA'.
O ESCRITOR NÃO DEVE SUBMETER-SE NEM SER SUBSERVIENTE À IDEOLOGIA DOS OPRESSORES OU DE QUEM QUER QUE SEJA. ELE DEVE SER LIVRE PARA SE EXPRESSAR ATRAVÉS DA SUA ARTE, A QUAL É UM INSTRUMENTO PARA PROMOVER A REFLEXÃO DA SOCIEDADE E PERMITIR QUE ELA ENCONTRE SEU PRÓPRIO CAMINHO.
COMO DIZIA EZRA POUND, 'SE A LITERATURA DE UMA NAÇÃO ENTRA EM DECLÍNIO, A NAÇÃO SE ATROFIA E DECAI'.

BIBLIOGRAFIA
1. MCLUHAN, M. OS MEIOS DE COMUNICAÇÃO COMO EXTENSÕES DO HOMEM.
CULTRIX, SÃO PAULO, 1969. P. 14-15.
2. POUND, E. ABC DA LITERATURA. CULTRIX, SÃO PAULO, 1990. 218 P.
3. GRAIEB, C. FUGINDO DO PERIGO. VEJA, 32:136-137.1998.


SOBRE O AUTOR
PACCELLI JOSÉ MARACCI ZAHLER É ENGENHEIRO AGRÔNOMO E ESCRITOR, MEMBRO DA ACADEMIA BRASILEIRA DE ESTUDOS E PESQUISAS LITERÁRIAS E DA INTERNATIONAL WRITERS AND ARTISTS ASSOCIATION (IWA).

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 21Exibido 1458 vezesFale com o autor