Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
98 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57517 )
Cartas ( 21184)
Contos (12611)
Cordel (10179)
Crônicas (22288)
Discursos (3141)
Ensaios - (9089)
Erótico (13416)
Frases (44292)
Humor (18621)
Infantil (3907)
Infanto Juvenil (2852)
Letras de Música (5479)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138244)
Redação (2947)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2412)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4986)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Ensaio de amor -- 29/12/2002 - 22:53 (Lorde Kalidus) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Ensaio de amor



Eu respiro o desespero e a agonia

Que emanam dos fantoches que me cercam

Seres que louvam apenas a si mesmos

Sem conhecer as matas por onde erram



A luxúria veste a roupa do amor

E o reduz ao toque e ao corpo

Destroçando o coração do ímpio

Que é apenas carcaça para um espírito morto



Pai amado, abre os portões

Destrói as correntes e as amarras

Que prendem minha alma a este mundo



Pois renuncio à saliva e ao amor

Que é compartilhado entre os que ensaiam amar

E são encaminhados a abismos profundos



24 de agosto de 2002

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 1Exibido 272 vezesFale com o autor