Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
57 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57090 )
Cartas ( 21170)
Contos (12604)
Cordel (10090)
Crônicas (22209)
Discursos (3136)
Ensaios - (9013)
Erótico (13401)
Frases (43731)
Humor (18475)
Infantil (3786)
Infanto Juvenil (2710)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1317)
Poesias (138298)
Redação (2926)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2401)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4882)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->A vela, a velha e a vela. -- 28/12/2002 - 20:56 (Marcelo de Oliveira Souza,IWA Instagram:marceloescritor) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
A vela que é soprada

pelo vento rápido e rasteiro

A velha segue ao relento

Procurando seu alimento

que a vela proporcionar.



Esperançosa no conhecimento

Do pescador do seu casamento

Deixando como herança

Uma criança

Um barco à vela

com o seu ensinamento.



A velha cansada de tanto sofrimento

Retorna de sua sina,

Que se aprende e não se ensina,

com o seu peixinho pequenininho,

Para matar sua fome e do seu filhinho.



Sem fogão, nem mesmo fogareiro

Muito menos dinheiro,

Só uma vela que tirou do santo

Esquentando a chapa só no canto

Para fritar sua iguaria

E sonhar que um dia

Terá um alimento melhor.



Marcelo de Oliveira Souza

Tel 71*91253586
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui