Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
119 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57379 )
Cartas ( 21181)
Contos (12605)
Cordel (10139)
Crônicas (22258)
Discursos (3139)
Ensaios - (9064)
Erótico (13414)
Frases (44138)
Humor (18585)
Infantil (3847)
Infanto Juvenil (2802)
Letras de Música (5476)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138546)
Redação (2942)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2408)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4944)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->Destino de Natal -- 14/12/2010 - 21:09 (Marcelo de Oliveira Souza,IWA Instagram:marceloescritor) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Destino de Natal



No nosso calendário de festividades, as festas de final de ano são inigualáveis; independentemente de crença religiosa, todos planejam praticamente o ano inteirinho para o grande final da nossa jornada e início de um novo ciclo.

Muita gente não percebe ou finge não perceber, mas diante dessa redoma, diversos acontecimentos eclodem sob a égide da felicidade de final de ano, num piscar e apagar das belíssimas micro-lâmpadas e artefatos, o sofrimento das minorias está ali escondido.

Excluídos ficam ali esperando uma chance de ter um “bom velhinho” como parente, solitários filosofam sobre a vida entre quatro paredes, muitas vezes até dedilhando um teclado de computador, sentindo as dores da solidão.

Outros nem sobrevivem para entregar e receber seus presentes, deixando nos familiares uma grande marca de vazio, justamente nessa época que é comemorada o nascimento de Jesus Cristo.

Nessa festa familiar, devia ser proibida a solidão, o sofrimento e principalmente a perda de entes queridos, numa perfeita moratória Natalina.

A essas pessoas, deixamos aqui a nossa homenagem e mensagem de apoio, porque não é nada fácil fazer parte desses grupos, que “viajam” na pista contrária da felicidade, contudo saibam que esse mesmo aniversariante que morreu na cruz, também sofreu muito, entretanto não estava nunca sozinho, porque Deus está iluminando também cada um dos “solitários” e excluídos nessa provação celestial, lembrando que sempre existirá o amanhã, com um lindo dia de sol recheados de boas surpresas, em que todos SEMPRE poderão mudar seus destinos,



Marcelo de Oliveira Souza



Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui