Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
160 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57784 )
Cartas ( 21194)
Contos (12696)
Cordel (10211)
Crônicas (22323)
Discursos (3143)
Ensaios - (9130)
Erótico (13429)
Frases (44612)
Humor (18715)
Infantil (3977)
Infanto Juvenil (2918)
Letras de Música (5483)
Peça de Teatro (1321)
Poesias (138434)
Redação (2958)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2413)
Textos Jurídicos (1931)
Textos Religiosos/Sermões (5051)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->QUEM PRATICA INJUSTIÇA -- 07/05/2003 - 12:08 (José de Sousa Dantas) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Quem pratica injustiça é condenado
pelo júri da própria consciência
José Dantas e Daudeth Bandeira, em 16/04/2002

Roubo, furto, calúnia, assassinato
falsidade, mentira e corrução
vandalismo, terror, contravenção
violência, motim, estelionato
lesa-pátria, trapaça e peculato
desacato, tumulto e negligência
dolo, fraude, lesão, maledicência
erro, culpa, maldade e desagrado
Quem pratica injustiça é condenado
pelo júri da própria consciência.

Droga, rixa, descaso e traição
desrespeito, calote e covardia
desaforo, desdém, pedofilia
abandono, arrogância, exploração
crueldade, ciúme e extorsão
egoísmo, ganância e imprudência
traficância, soberba e displicência
cada um é um ato reprovado
Quem pratica injustiça é condenado
pelo júri da própria consciência.

Extravio, suborno e concussão
briga, queixa, agressão, espancamento
golpe, logro, má-fé, induzimento
atentado ao pudor, simulação
transação ilegal, difamação
supressão, ameaça e truculência
benefício por tráfico de influência
pra deixar outro ser prejudicado
Quem pratica injustiça é condenado
pelo júri da própria consciência.

Latrocínio, seqüestro e genocídio
imperícia, emboscada, embriaguez
acusar sem ter prova, estupidez
filicídio, deicídio e parricídio
mendicância, aborto, infanticídio
perversão, fuga e desobediência
patrocínio infiel, concupiscência
cometer todo tipo de pecado
Quem pratica injustiça é condenado
pelo júri da própria consciência.

Violar domicílio e trafegar
num veículo fazendo contramão
invasão de espaço e coação
poluir ambientes, torturar
fazer greve e tentar contrariar
insultar, violar correspondência
apoiar ou usar entorpecência
ser ingrato, impostor, vil e tarado
Quem pratica injustiça é condenado
pelo júri da própria consciência.

Fanatismo, ruindade e ambição
adultério, perjúrio e avareza
preconceito de cor, credo e pobreza
menosprezo, massacre e omissão
rebeldia, pavor, provocação
desamor, mesquinhez e prepotência
perturbar e explorar a inocência
ser devasso, nojento e abusado
Quem pratica injustiça é condenado
pelo júri da própria consciência.

O remorso do crime é crucial
quem pratica não vive sossegado
pelo lápis de Deus será julgado
se chegar ao plenário Divinal
a sentença daquele Tribunal
prolatada por Deus, Sua Excelência
crava um fardo na sua consciência
cada dia que passa mais pesado
Quem pratica injustiça é condenado
pelo júri da própria consciência.

É o homem o maior destruidor
do irmão e da própria natureza
muitos têm a mania de grandeza
ao invés de vergonha e de pudor
não apela pra Deus, o Criador
com os seres não busca convivência
quando morre comprova a divergência:
fica o corpo, da alma, separado.
Quem pratica injustiça é condenado
pelo júri da própria consciência.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 69Exibido 604 vezesFale com o autor