Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
138 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57031 )
Cartas ( 21169)
Contos (12596)
Cordel (10075)
Crônicas (22193)
Discursos (3134)
Ensaios - (8998)
Erótico (13394)
Frases (43625)
Humor (18450)
Infantil (3772)
Infanto Juvenil (2683)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1316)
Poesias (138224)
Redação (2924)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2400)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4849)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->CÁSSIA ELLER, MAIS UM VÍTIMA VOLUNTÁRIA -- 07/01/2002 - 16:26 (JOÃO DE FREITAS) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
A Revista Veja de 09/01/2002 fala sobre vida e morte de mais um vítima voluntária das drogas, Cássia Eller. Digo vítima voluntária, porque, como outros milhões, ela escolheu as drogas que a destruíram.



Cássia afirmou ter fumado seu primeiro baseado aos vinte anos e começado a cheirar cocaína aos vinte e cinco. Como os outros dependentes entrevistados, não revelou quando pela primeira vez fez uso do tabaco, que quase sempre é o começo da toxicomania. Enquanto o tabaco continuar a ser deixado de lado ao se falar em drogas, o combate a elas continuará ineficiente; porque é como cortar os galhos de uma árvore, deixando o tronco para produzir outros.

Uma mulher decidida, que assumia sem máscara tudo que fazia, não deu conta de que procurara a morte prematura. Ela deveria ser mais um dos muitos exemplos dos últimos anos, não para a juventude entregar-se às drogas, mas para que os jovens vejam que esse não é o caminho a ser seguido.



Milhões de pessoas morrem todo ano de overdose de drogas ou destruídos gradativa mas precocemente pelas drogas que não comportam overdose, como o tabaco e a maconha. No entanto, só chega ao nosso conhecimento os óbitos de pessoas socialmente destacadas, como o caso de Cássia, George Harrison e uma série de outros que foram muito mais cedo do que ele, alguns não chegando a quarenta anos de idade.

Infelizmente, muitos procuram imitar o modo e vida dessas pessoas, sem pensarem no fim que elas têm. Mas esperamos que esse quadro se inverta.



Veja também A PIOR INVENÇÃO DO HOMEM



Ver mais sobre o TABACO



Ver mais RELIGIÃO







Se você quiser receber um aviso cada vez que este autor publicar novo texto, basta clicar AQUI e enviar.



Não use esse link que aparece acima do texto e depois do link do currículo;

Porque esse serviço agora está funcionando só para assinantes.

Utilizando o meu, eu lhe enviarei pessoalmente o aviso
.

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui