Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
85 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57106 )
Cartas ( 21170)
Contos (12598)
Cordel (10092)
Crônicas (22211)
Discursos (3137)
Ensaios - (9015)
Erótico (13403)
Frases (43755)
Humor (18485)
Infantil (3792)
Infanto Juvenil (2717)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1317)
Poesias (138313)
Redação (2926)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2401)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4891)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Textos_Religiosos-->Leitura do livro dos conflitos segundo o Evangelho Bidiônico -- 23/02/2019 - 14:06 (Padre Bidião) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Leitura do livro dos conflitos, segundo o Evangelho Bidiônico

As guerras planejadas chegam ao povo de diversas etnias, culturas e crenças semelhante à fogueira da inquisição que a muitos foram nelas lançados sem mesmo saber o porquê. A barreira humana torna-se numa tropa exposta sem preparo com diversas faixas etárias e à mercê de um Deus dará imposto por líderes manipuladores de uma massa útil e subserviente ao que for conveniente nas parcerias egoicas que fazem da humanidade uma escola de ventriloquos a serem despedaçados em sua cidadania. Perdidos se encontram os cidadãos a assistirem à um espetáculo teatral ao ar livre, sem direito a convite ou a qualquer rota de fuga ou ajuda humanitária, onde o que se cultua é o odeio irracional desprovido de qualquer tipo de argumento que deveria povoar o senso crítico não do comum cidadão, mas dos que eleitos e representantes de um povo, manipulam com violência o humano que aos poucos diluie-se na frieza dos conflitos por eles previamente planejados. Desta forma, os conflitos vão se avolumando aos quatro cantos de um mundo insano com mentes dementes e doentias no controle submetendo o povo de uma nação, aos cenários típicos de um estabelecimento psiquiátrico a céu aberto sem reservas de bom senso que acomete ao senso comum, os piores quadros de tortura. Conflitantes se transformam a vida de pessoas comuns cuja objetividade em viver dignamente, lhe é negada sob decretos que dispensam qualquer diagnóstico de profissional habilitado.


Pedro Bidião Pilar
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui