Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
140 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57762 )
Cartas ( 21192)
Contos (12699)
Cordel (10207)
Crônicas (22326)
Discursos (3143)
Ensaios - (9126)
Erótico (13426)
Frases (44560)
Humor (18707)
Infantil (3973)
Infanto Juvenil (2911)
Letras de Música (5481)
Peça de Teatro (1321)
Poesias (138413)
Redação (2955)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2413)
Textos Jurídicos (1930)
Textos Religiosos/Sermões (5040)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->A HISTÓRIA REAL DO NOSSO AMOR -- 16/04/2003 - 16:12 (José de Sousa Dantas) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
SE UM DIA EU PUDER, ESCREVEREI
A HISTÓRIA REAL DO NOSSO AMOR(*)
José de Sousa Dantas, em 16/04/2003

Quando lhe conheci primeira vez,
seu olhar com o meu ficou ligado,
por você eu fiquei alucinado,
eu senti uma doce intrepidez;
sua voz, seu sorriso e sua tez,
o seu jeito atraente e sedutor;
o seu corpo despido de pudor,
gostei tanto que me apaixonei.
Se um dia eu puder, escreverei
a história real do nosso amor.

No começo vivíamos separados,
a distância impedia a gente estar
toda hora podendo se encontrar,
no cenário de dois apaixonados;
nossos sonhos foram realizados,
mergulhei no seu íntimo sem temor,
todo dia eu recebo o seu calor,
nunca mais de você me apartarei.
Se um dia eu puder, escreverei
a história real do nosso amor.

Nem no mar nem na terra caberia
essa história completa entre nós dois,
e obedeço ao que você propôs
e me proponho lhe amar em demasia
mas quem sabe a gente ainda um dia,
recebendo uma luz superior
e se os ventos fluírem a favor,
somos nós alcançados no spray.
Se um dia eu puder, escreverei
a história real do nosso amor.

É feliz quem consegue possuir
o que tanto na vida desejou,
o que fiz por você me compensou,
eu sofri, mas eu pude conseguir;
conquistei seu amor, vivo a curtir,
atendendo o desejo interior,
desliguei-me do mundo exterior,
consegui o que tanto desejei.
Se um dia eu puder escreverei
a história real do nosso amor.

Pra acabar com a minha solidão,
convidei-lhe pra minha companhia,
construí uma bela moradia
nós casamos, formando a união,
nosso amor tem a chama da paixão,
que acende a fogueira com fervor,
cada dia adquire mais sabor
do que mesmo o tempero que esperei.
Se um dia eu puder, escreverei
a história real do nosso amor.

Nós vivemos em clima de harmonia,
com saúde, com paz, prosperidade,
com prazer, emoção, felicidade,
que me dá mais coragem e energia;
nosso amor é repleto de POESIA,
que me faz ser poeta sonhador,
animado, feliz, inspirador
com você minha deusa, minha grei.
Se um dia eu puder, escreverei
a história real do nosso amor.

Entre todos os amores deste mundo,
não existe uma história parecida
com a nossa, formada nessa vida.
Nosso amor é perfeito e tão profundo,
importante, vital, firme e fecundo,
primoroso, bonito, encantador,
que me dá mais potência e mais vigor,
sempre amando do jeito que lhe amei.
Se um dia eu puder, escreverei
a história real do nosso amor.

Nosso amor é tão grande e verdadeiro,
terno, puro, sublime, especial,
abundante, poético, colossal,
delicado, divino, prazenteiro,
envolvente, fiel e companheiro,
vigoroso, bom, enternecedor,
caliente, brilhante e provedor,
muito mais do que tanto imaginei.
Se um dia eu puder, escreverei
a história real do nosso amor.

Muitos sonhos já foram realizados,
e cada dia que passa uns novos vão
integrando essa grande coleção,
com diversos detalhes agregados,
alguns deles vêm sendo manejados,
nos momentos de paz e de louvor,
de prazer, de alegria, de esplendor,
mas são poucos pra o tanto qu’eu juntei.
Se um dia eu puder, escreverei
a história real do nosso amor.

Tudo o quanto existe na memória
sobre o nosso amor, desde o começo,
pra contar toda história me ofereço,
mesmo sendo infinita a trajetória,
já tentei concluir toda história,
me investi no papel de redator,
se até hoje não fui merecedor,
é porque no retão me deslizei.
Se um dia eu puder, escreverei
a história real do nosso amor.

Cada dia que passa aumenta mais
a história de amor entre nós dois,
não queria deixar para depois
reviver o que mais nos satisfaz;
passa o tempo depressa até demais,
pode ser o futuro enganador,
não pretendo ser nunca desertor,
desse campo de amor que eu cultivei.
Se um dia eu puder, escreverei
a história real do nosso amor.

Cada um tem história pra contar,
em matéria de amor, é infinita,
se eu escrevesse ninguém nem acredita,
que num verso eu iria completar;
percebi que ninguém vai retratar
sua história completa de amor,
cada um nesse mundo é sonhador,
eu estou acordado, mas sonhei.
Se um dia eu puder, escreverei
a história real do nosso amor.

Nossa história de amor é realmente
extensiva e difícil de contar,
nesses versos eu procuro revelar
um resumo que seja pertinente,
prometi escrever, gradualmente,
o que existe de mais abrasador,
e o restante será posterior,
pra cumprir o projeto que tracei.
Se um dia eu puder, escreverei
a história real do nosso amor.

Por mais tempo que eu tenha, não irei
escrever nossa história de paixão,
de amor, de carinho e de emoção,
porém é impossível, eu já pensei.
Pra contar toda a história, poderei
encontrar um caminho promissor,
vou pedir mais apoio ao Criador,
pra atingir essa meta que visei.
Se um dia eu puder, escreverei
a história real do nosso amor.

O que tem de nós dois acumulado,
em matéria de amor é infinito,
já tentei várias vezes e acredito,
que não vou deixar tudo decifrado,
reunindo o presente e o passado,
constitui uma fonte de valor,
mesmo assim eu procuro recompor
todo tema a que tanto me inspirei
Se um dia eu puder, escreverei
a história real do nosso amor.

Você é minha eterna companheira,
a mulher ideal da minha vida,
minha deusa de áurea preferida,
vou viver a seu lado a vida inteira;
essa nossa união é verdadeira,
na alegria, tristeza, riso e dor,
no trabalho, no lar, por onde eu for,
do seu lado jamais desistirei.
Se um dia eu puder, escreverei
a história real do nosso amor.

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 68Exibido 720 vezesFale com o autor