Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
211 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 58105 )
Cartas ( 21211)
Contos (12844)
Cordel (10239)
Crônicas (22073)
Discursos (3147)
Ensaios - (9222)
Erótico (13451)
Frases (45253)
Humor (18925)
Infantil (4144)
Infanto Juvenil (3225)
Letras de Música (5502)
Peça de Teatro (1328)
Poesias (138679)
Redação (2995)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2417)
Textos Jurídicos (1934)
Textos Religiosos/Sermões (5244)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->Feliz aniversário Soteropolitanos! -- 26/03/2009 - 22:56 (Marcelo de Oliveira Souza,IWA Instagram:marceloescritor) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Feliz aniversário Soteropolitanos!







Novamente chega o aniversário da cidade de Salvador e pouco temos o que comemorar, uma dessas poucas vantagens de se morar na soterópolis é justamente a sua belíssima paisagem com praias naturais, pois isso ninguém tira de nós.

De um ano para cá, quando fiz o artigo “aniversário da madrasta” pouca coisa mudou, mudou foi para pior.

O metrô ainda continua uma promessa; o sistema viário permanece na mesma, um verdadeiro caos, o aumento de veículos particulares torna nossa cidade inchada de gente e de carros, ocasionando enormes engarrafamentos; muitas pessoas comentavam que Salvador era a cidade das filas, pois tinha gente em qualquer lugar, agora além de filas, os intermináveis engarrafamentos povoam o estresse de motoristas.

O parque Solar Boa vista, em Brotas, continua sem reforma, agora além de degradado, virou estacionamento, ponto de desocupado, posto de lava-jato, tráfico de drogas e tudo de ruim que o abandono proporciona. No parque da Cidade as pessoas só visitam a frente, pois se nos aventurarmos dar uma volta no belíssimo lugar, podemos acabar sendo assaltados, o de Pituaçu e do Abaeté estão no mesmo caminho, a lagoa está secando.

O sistema de saúde existe precariamente, pessoas dormem na fila para tentar conseguir uma senha, a dengue, a conjuntivite, a tuberculose, a meningite estão desfilando mais do que bloco carnavalesco.

A criminalidade impera, as pessoas estão com medo de sair de casa, quando não é assaltado é alvo de balas perdidas.

O centro da cidade é ocupado por camelôs, as pessoas andam nas ruas disputando o asfalto com os carros.

A Estação da Lapa é um verdadeiro horror! Ferros da estrutura à mostra, os vândalos e marginais tomam conta, os transportes, sucateados e caros, demoram para resgatar as pessoas desse sufoco, o intenso calor no sub-solo é uma verdadeira prova de coragem e resistência.

Diante de todo esse drama, não comemoramos o aniversário da cidade e sim a nossa sobrevivência no cotidiano da terceira maior cidade do país! Feliz aniversário Heróis, nós merecemos muito mais!





Marcelo de Oliveira Souza

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui