Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
129 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 58137 )
Cartas ( 21211)
Contos (12854)
Cordel (10239)
Crônicas (22080)
Discursos (3147)
Ensaios - (9225)
Erótico (13452)
Frases (45280)
Humor (18935)
Infantil (4153)
Infanto Juvenil (3230)
Letras de Música (5505)
Peça de Teatro (1328)
Poesias (138695)
Redação (2995)
Roteiro de Filme ou Novela (1058)
Teses / Monologos (2417)
Textos Jurídicos (1934)
Textos Religiosos/Sermões (5249)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->CLEIDE E SUA POESIA -- 08/04/2003 - 09:27 (José de Sousa Dantas) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
CLEIDE E SUA POESIA (*)
José de Sousa Dantas, em 07/04/2003

Um poema singular,
CLEIDE fez com emoção,
são as “PALAVRAS EM RIMA”,
de alta conotação,
somente poeta cria
na mais doce inspiração.

Despertou-me a atenção
para ver sua POESIA,
com palavras, rimas, versos,
dispostos em harmonia,
revelando para o mundo
o que o próprio mundo cria.

Deus fez a POESIA,
uma obra salutar;
só falta o homem saber
encontrar e revelar
toda beleza que existe,
no mundo espetacular.

A ARTE é sempre exemplar,
e com toque de inspiração,
reunindo toda essência
na melhor disposição,
realiza-se um trabalho
da mais alta dimensão.

Quem nasce com vocação,
e com a força de vontade,
expressa seu sentimento,
com maior vivacidade,
realiza a construção,
instruindo a humanidade.

Construa a felicidade
dentro do seu coração,
use a força de poder
que tem à disposição,
transformando os belos sonhos
com a realização.

ACRÓSTICO

Criativa e inteligente,
Linda, nobre e virtuosa,
Elegante e reverente,
Instruída e caprichosa,
Delicada e coerente,
Estrela, grã-luminosa.

Yes mulher carinhosa,
Atuante e verdadeira,
Musa, sábia, inspiradora,
Atraente e prazenteira,
Meiga, bela, simples, firme,
Original e brilhante,
Talentosa e fascinante,
Ordenada e altaneira.

Uma estrofe do poema PALAVRAS EM RIMA, de
Cleide Yamamoto, em 04/04/2003:
........................
“De versos e rimas,
Nasce a poesia;
Da vida e dos sonhos,
Nasce o poeta.
O poeta cria a poesia
E a poesia os nossos sonhos”.
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui