Usina de Letras
Usina de Letras
41 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 61983 )

Cartas ( 21333)

Contos (13252)

Cordel (10446)

Cronicas (22532)

Discursos (3236)

Ensaios - (10271)

Erótico (13561)

Frases (50402)

Humor (20004)

Infantil (5392)

Infanto Juvenil (4728)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1375)

Poesias (140727)

Redação (3291)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1957)

Textos Religiosos/Sermões (6144)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->POR QUÊ? -- 05/10/2002 - 17:21 (Adalberto Borges Souza Junior) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Por quê?



Por que eu te conheci no BANEB?

Por que conversaste comigo?

Por que me esperaste e não foste logo embora?

Por que ainda conversamos?

Por que me deste o número do teu telefone?

Por que ouviste as minhas baboseiras?



Por que desxaste:

Fazer carinhos?

Sussurrar nos teus ouvidos?

Afagar os teus cabelos negros?

Acariciar o teu rosto?

Sentir os teus olhos?

Apalpar o teu ombro?

Apertar a tua mão com ânsia?

Deslizar as minhas mãos no teu braço?

Beijar o teu pescoço?

Abraçá-la com força?

Umedecer as tuas pálpebras com os meus lábios?

Finalmente, encostar os nossos lábios em um beijo ardente?



É, porque, o porquê, é o seguinte,

Esses momentos, são momentos sublimes

Donde são fugazes e ilusórios

Mas que alimentam a nossa alma

E é a razão de ser do amor.
Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui