Usina de Letras
Usina de Letras
14 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62153 )

Cartas ( 21334)

Contos (13260)

Cordel (10448)

Cronicas (22529)

Discursos (3238)

Ensaios - (10339)

Erótico (13567)

Frases (50555)

Humor (20023)

Infantil (5418)

Infanto Juvenil (4750)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1376)

Poesias (140788)

Redação (3301)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1958)

Textos Religiosos/Sermões (6177)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->CRIAÇÃO DE MORANGOS PELO UNIVERSO -- 04/07/2000 - 01:58 (Anita de Souza Coutinho) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
CRIAÇÃO DE MORANGOS PELO UNIVERSO



Silêncio sem pretensão de medo

Um gorila não teme meu grito

Parece porcelana chinesa

Ou apenas um abismo aflito



Podem ser laranjas

Coisas assim como morangos

Outrora azedos sonhos

Porém dispersos de mim.



Silenciosos desníveis de piscar

Se eu tivesse um cérebro poderia entender

O que é viver.



Horas soltas

Apenas tempo seguindo

Mais uma hora partindo.



Longe de mim

Habita um sonho realizado

Que me grita do futuro

Para que vá vivendo

Até abraçar o tempo

Na frente da luz

Do túnel de existir.



Um robô enferrujado

Como um pedido não realizado

Uma bruxa no caminho

Um poema fantasiado.;

Mais uma madrugada acordada

Longa, louca, calada.;

Vida, poema, canção

Telas repartidas de mim

Intervalos de intuição...



Neste interim

O poema se cria

Filho da imensidão.





ANITA DE S. C.

Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui