Usina de Letras
Usina de Letras
40 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62410 )

Cartas ( 21335)

Contos (13272)

Cordel (10452)

Cronicas (22546)

Discursos (3240)

Ensaios - (10450)

Erótico (13578)

Frases (50803)

Humor (20074)

Infantil (5487)

Infanto Juvenil (4811)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1377)

Poesias (140872)

Redação (3320)

Roteiro de Filme ou Novela (1064)

Teses / Monologos (2437)

Textos Jurídicos (1962)

Textos Religiosos/Sermões (6235)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Poesias-->A ESTRELA DE TREZE ARESTAS -- 22/09/2002 - 02:09 (Amaso Nib Nedal) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Brilha perto antes distante

a estrela que foi errante...



Estrela da sorte que sempre brilha

seguindo certo sua trilha...



Moinhos de Vento ao relento

Da Usina fundiu espada bem atento:



Aos olhos do mundo

não apenas Raimundo



Luís iniciou batalha armado de ferramenta

Hoje, LULA, esperança que alimenta



Vinte e dois anos de lamúria

para dar o fim na penúria



Para consertar o Brasil

somente um operário

que sorri feliz no seu horário

reluzindo a estrela no céu anil



Ó Brasil! quantas arestas tens?

Treze é número da sorte!..

Vamos seguir este mote...

O Poeta Maior te "ilumine":

Cidadão Luís Inácio LULA da Silva...

E o Silva colocará o Povo no Poder...



E o Silva veio para vencer,

E o Silva sou Eu ou Você...

Estrela trezada do meu querer...

Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui