Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
85 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57099 )
Cartas ( 21170)
Contos (12597)
Cordel (10092)
Crônicas (22211)
Discursos (3136)
Ensaios - (9014)
Erótico (13402)
Frases (43746)
Humor (18482)
Infantil (3789)
Infanto Juvenil (2713)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1317)
Poesias (138309)
Redação (2926)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2401)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4888)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Mosca -- 14/09/2002 - 16:10 (Marcelo de Oliveira Souza,IWA Instagram:marceloescritor) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Êta bichinho chato

Você parece não sei o quê

Com suas asas quase silenciosas

Aparece em todos os lugares.



Ô coisa feia, por que não some(interrogo)

Você só aparece nas horas inconveniêntes,

Quando estou em meu mais profundo apetite,

Aparece para me atasanar.



Se eu estou naquele "sono de pedra"

Vem esse bichinho para cima de mim

Se eu estou curtindo aquela solidão,

Vem ela para me tirar a privacidade.



Não sei o que faço com você!

Você só vai embora no "porradon"

Assim por enquanto tenho sossêgo.



mmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm



Marcelo de Oliveira Souza

24/09/1989
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui