Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
124 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57369 )
Cartas ( 21181)
Contos (12598)
Cordel (10136)
Crônicas (22252)
Discursos (3139)
Ensaios - (9064)
Erótico (13414)
Frases (44123)
Humor (18580)
Infantil (3845)
Infanto Juvenil (2800)
Letras de Música (5476)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138537)
Redação (2942)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2408)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4943)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->Nada além da verdade -- 10/09/2008 - 21:26 (Marcelo de Oliveira Souza,IWA Instagram:marceloescritor) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Nada além da verdade





Essa semana fiquei estarrecido com um dos enésimos programas ancorados pelo eterno apresentador e dublê de camelô Silvio Santos.

Depois do antigo programa Topa Tudo Por Dinheiro, que o dito cujo jogava aviõezinhos de dinheiro para a platéia, ele trouxe um tal de “Nada além da Verdade”.

A produção escolhe algum personagem impactante, por um determinado motivo e coloca no detector de mentiras.

Já passaram gente importante como o apresentador Jorge Cajuru e Claudete Troiano, contudo, veio também pessoas do perfil de Rita Cadilac, Gretchen, comentando sobre o seu fim de carreira (porque ser atriz pornô é realmente o FIM) fazendo sexo diante das câmeras com algum qualquer.

Dessa vez apareceu uma tal de Bruna Surfistinha, que “surfa” no sucesso do filme pornográfico “Brasileirinhas”.

O homem do baú começou como sempre com todo aquele mistério, diante da moçoila que veio acompanhada de alguns “orgulhosos” familiares, e perguntou se ela tinha medo de pegar AIDS e se usava camisinha nos seus “filmes”, ela disse que sim, em instantes veio a premiação por falar a verdade: dez mil reais, só para começar!

Ficamos a nos perguntar como um programa desses acha patrocinadores, para “soltar” tanto dinheiro a pessoas que não acrescentam nada para a sociedade, enquanto pessoas dignas aparecem em inúmeros programas de rádio e tv dos quatro cantos do país implorando por emprego, por atendimento médico, educação, etc. e não conseguem nada?

Tudo isso mostra a inversão de valores, num país onde “o certo é o errado e o errado o certo”.

Essa inversão de valores todos nós percebemos em todos os cantos do nosso injusto país, isso tudo só faz aumentar a injustiça social, acarretando mais violência, pois as pessoas não querem mais estudar e seguir uma carreira digna.

Estão querendo obter tudo de um modo mais “fácil” a qualquer preço, a dignidade agora ficou fora de moda.

As classes sociais mudaram nessa revolução, de um lado os pobres e sem oportunidades, porém dignos, do outro lado os ricos, que na sua maioria “descobrem” essa “vida fácil” que com toda a sua pose, ganha “escarradas” de dinheiro em reallitys shows da vida, “tudo ou Nada”, política ou um alguns desses excrementos do mesmo nível.

Os nossos governantes têm que mudar e perceber que a nossa crise, que eles insistem em dizer que não têm, está tomando as ruas, as pessoas vivem presas e os ladrões soltos, as favelas estão virando guetos, que um dia tomará tudo e essa revolução da carinha bonita, vai ficar muito feio, porque injustiça gera violência e os pobres e sem oportunidades não irão aceitar a falta de oportunidades sempre, tudo tem o fim, esperamos que esse fim não seja tão dolorido quanto ver uma surfistinha ganhando dinheiro só para dizer que usa camisinha.





Marcelo de Oliveira Souza

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui