Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
246 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57940 )
Cartas ( 21204)
Contos (12789)
Cordel (10234)
Crônicas (22050)
Discursos (3145)
Ensaios - (9188)
Erótico (13450)
Frases (45028)
Humor (18876)
Infantil (4089)
Infanto Juvenil (3121)
Letras de Música (5496)
Peça de Teatro (1328)
Poesias (138516)
Redação (2984)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2416)
Textos Jurídicos (1932)
Textos Religiosos/Sermões (5184)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Cordel-->RETRIBUIÇÃO AO POETA DANIEL FIÚZA -- 13/03/2003 - 08:22 (José de Sousa Dantas) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
RETRIBUIÇÃO AO POETA DANIEL FIÚZA
José de Sousa Dantas, em 12/03/2003

O poeta DANIEL
FIÚZA PEQUENO é
cordelista que tem fé,
e valoriza o cordel.
O seu nome no painel
da USINA é destacado,
comprova ser dedicado
à cultura brasileira,
com seu verso de primeira,
pra ser lido e pesquisado.

Você é abençoado
pelo SER SUPERIOR,
que um poeta de valor
no mundo é considerado;
CEARÁ é seu Estado,
CAUCAIA, a terra natal,
no nordeste cardeal,
um celeiro de poesia,
conservando a primazia,
da raiz regional.

Faz a obra universal,
pela força do talento,
derrama conhecimento,
com lição fundamental;
mantém o seu ideal,
revelando em poesia,
a sua filosofia,
recheada de emoção,
confortando o coração,
promovendo a alegria.

Com a sua maestria,
a USINA vem gerando
um trabalho e comandando
a maior sabedoria;
constitui uma garantia
para a nossa formação,
conservando a tradição
da cultura nordestina,
que é pura e genuína,
nascida da inspiração.

É grande a satisfação
navegar nessa USINA,
uma fonte cristalina
repleta de informação,
que desperta a atenção,
com tanta variedade
de textos de qualidade,
que nos servem a contento,
e ampliam o conhecimento
de toda a sociedade.

É pura realidade,
esse acervo de cultura
ilustra a literatura,
preservando a identidade,
criando oportunidade
para todos os brasileiros,
e os poetas condoreiros,
entre eles DANIEL,
fazem versos a granel,
ajudando os companheiros.

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui