Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
18 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57389 )
Cartas ( 21182)
Contos (12609)
Cordel (10139)
Crônicas (22258)
Discursos (3139)
Ensaios - (9064)
Erótico (13414)
Frases (44151)
Humor (18587)
Infantil (3849)
Infanto Juvenil (2804)
Letras de Música (5476)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138551)
Redação (2942)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2408)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4944)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->Entre o RUIM e o PIOR! -- 31/07/2008 - 18:15 (Marcelo de Oliveira Souza,IWA Instagram:marceloescritor) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Entre o RUIM e o PIOR!





O Banco BRADESCO nunca foi uma maravilha, muito pelo contrário, depois que adquiriu o BANEB, ganhou a clientela dos funcionários estaduais da Bahia, como resultado, muita gente se acotovelando em dias de pagamento, principalmente.

Agora que os funcionários foram “jogados” para outro banco, o horror só fez piorar, os bancos diminuíram, as filas aumentaram, os poucos terminais como o que fica escondido na secretaria de educação de Salvador, em Brotas, são tomados como exclusivos, dos funcionários da casa.

As pessoas que se aventuram adentrar ao recinto para acessar a sua conta , são hostilizadas de todo jeito.

Daqui a algum tempo o terminal irá mudar a roupagem, porque os funcionários soteropolitanos irão para o BRADESCO, um verdadeiro imbróglio!

Resultado, o Banco do Brasil não investiu para ter um número desses de clientes, não têm estrutura, como prova disso é a humilhação diária que os coitados dos novos correntistas passam apenas para acessar a conta, não aumentaram o número de terminais, e os poucos que existem são “exclusivos” de alguma secretaria perdida na cidade, e a paciência do correntista, já se esgotou há séculos, tendo que engolir a seco essa mudança toda!







Marcelo de Oliveira Souza



Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui