Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
84 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57395 )
Cartas ( 21182)
Contos (12616)
Cordel (10141)
Crônicas (22260)
Discursos (3139)
Ensaios - (9065)
Erótico (13414)
Frases (44153)
Humor (18595)
Infantil (3853)
Infanto Juvenil (2804)
Letras de Música (5476)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138563)
Redação (2942)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2409)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4945)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Choropoema -- 31/08/2002 - 14:51 (Marcelo de Oliveira Souza,IWA Instagram:marceloescritor) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Escrevo este poema

Como se fosse a última coisa

que faço na vida,

Como se fosse a alegria da tristeza.



Faço-o com tal ansiedade

Que não noto o tempo passar

E nem penso o que vai acontecer,

Desligo-me completamente.



Elaboro estas linhas rapidamente

Sem pensar na verdade que saira do meu ego

E sequer nos problemas constantes.



Penso que estes são infinitos

Pode parecer ilusão

Mas eles o são!



Tento fugir

Mas na ansiedade da fuga

Chego cada vez mais perto dele.



Não sei como vencê-lo

Temo que ele me vença

Assim, como não posso chorar,

Escrevo este poema choroso.



mmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm



Às vezes a solidão, a dificuldade da vida é tanta, que a saída para nós escritores, é elaborar um Choropoema.

Marcelo de Oliveira Souza

30/11/1988
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui