Usina de Letras
Usina de Letras
11 usuários online

Autor Titulo Nos textos

 

Artigos ( 62153 )

Cartas ( 21334)

Contos (13260)

Cordel (10448)

Cronicas (22529)

Discursos (3238)

Ensaios - (10339)

Erótico (13567)

Frases (50555)

Humor (20023)

Infantil (5418)

Infanto Juvenil (4750)

Letras de Música (5465)

Peça de Teatro (1376)

Poesias (140788)

Redação (3301)

Roteiro de Filme ou Novela (1062)

Teses / Monologos (2435)

Textos Jurídicos (1958)

Textos Religiosos/Sermões (6177)

LEGENDAS

( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )

( ! )- Texto com Comentários

 

Nota Legal

Fale Conosco

 



Aguarde carregando ...
Artigos-->Assassinos, Ladrões, Prostitutas & Covardes -- 18/05/2008 - 16:55 (aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa/Alcir JT. de Souza) Siga o Autor Destaque este autor Envie Outros Textos
Assassinos, Ladrões, Prostitutas & Covardes





Esta é a combinação que forma hoje a sociedade brasileira, inconteste maioria que somada avilta, ofende e indigna aos poucos que insistem em não participar desta carnificina moral que devora todos os valores conhecidos e a aqueles que objetam-se ao grupo canibal que transformou o Brasil nesta orgia obtusa e venérea que defrauda ao bom censo e a inteligência que devem fazer parte de qualquer sociedade limpa e coerente, coisa que a brasileira distancia-se de ser a cada chacina, a cada atitude espúria levada cabo por governantes, a cada injustiça social perpetrada pela elite empresarial, a cada decisão canalha tomada por magistrados acobertados por um sistema judiciário corrupto, inepto e inexistente para cada cidadão que não dispõe de dinheiro e ou influencia política, a cada vagabunda que desponta do anonimato meramente por seus dotes genitais e por sua capacidade infinita de facilitar o acesso a estes dotes a aqueles que lhes puderem mais beneficiar, a cada ato covarde, omisso e servil de quem deveria impor-se como defensor inquestionável dos valores humanistas e que deveriam fazer resplandecer ao intelecto e a firmeza de caráter, a cada desrespeito a inteligência perpetrado por boçais pusilânimes que despontam exatamente por estarem vivendo em um pais que nivela-se por baixo meramente pelo conforto encontrado na lama da mediocridade e na obtusidade canalha que favorecem aos parias a soldo travestidos de formadores de opinião e de celebridades que pífias, com vidas efêmeras e inconsistentes que aproveitam-se da mídia sequiosa por deformidades morais e de fácil absorção que os utilizam para iludir aos incautos vendendo-lhes desde produtos de qualidade e valores duvidosos e inexistentes, até lesar a idosos com promessas de juros, investimentos e prestações baixas que escondem arapucas que levam a desintegração das parcas rendas destas vitimas em potencial, pois crédulas e desprovidas de inteligência cumprem seu tragicômico papel nesta farsa .

Não tenho respeito por membros ou lideres coniventes com este estado de coisas que muito me envergonham e nauseiam, não compactuo com a casta que desestrutura gerações apenas para que perpetuem sua ganância e vileza, ou pelos pseudo-intelectuais, que a serviço de boçais poderosos e ricos causam e falaciosamente justificam as mortes de crianças e de todos aqueles que se opõem as sua falsas verdades e as suas verdadeiras mentiras, não tenho tolerância por vadias que se expõem as humilhações da prostituição amadora apenas por terem sido incompetentes em desenvolver-se como mulheres inteligentes e produtivas, não aceito a teoria paga de que a pederastia e prova inquestionável de sensibilidade e inteligência e que a aceitação irrestrita de afetados e seus distúrbios espalhafatosos de conduta seja condição sine qua non para o desenvolvimento da espécie e do homem como ser evoluído, não contemplo com meu respeito e compreensão a vaidade desprovida de parâmetros, que beira o ridículo e submete e induz ao erro de avaliação e de pessoa , tenho ódio mortal por ladrões do futuro e do presente da sociedade brasileira e também por aqueles que assim agiram no passado* e hoje usam do lucro investido do butim para limpar seus nomes e reescrever a história com livros e matérias pagas numa tentativa inócua de limpar os coliformes fecais que resplandeceram em suas vidas, não disponho de clemência para todos estes que reduziram o Brasil a esta poça de lama e esterco onde hoje chafurdam em plácida harmonia todos os que matam, roubam, prostituem-se e principalmente acovardam-se ante o acinte que é perpetrado contra a humanidade e a coerência que hoje são privilégio de muito poucos neste pais .





OS*. Referi-me desta forma aos que pagaram para limpar seus imundos nomes em especial a dois finados parias que canalhas a soldo tentam em livros mentirosos dar ares de anjos e de beneméritos : Roberto Marinho e Adhemar de Barros, que fique meu registro quanto a ausência de caráter e ao mal que estes dois pulhas fizeram a nação brasileira .







Alcir Jose Trigo de Souza



Comentarios
O que você achou deste texto?     Nome:     Mail:    
Comente: 
Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui