Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
87 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57115 )
Cartas ( 21170)
Contos (12599)
Cordel (10093)
Crônicas (22213)
Discursos (3137)
Ensaios - (9017)
Erótico (13404)
Frases (43774)
Humor (18492)
Infantil (3793)
Infanto Juvenil (2720)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1317)
Poesias (138322)
Redação (2926)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2402)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4894)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->ODE LÍRICA PAGÃ -- 23/06/2000 - 23:46 (João Ferreira) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos




ODE LIRICA PAGÃ





Vem sentar-te junto de mim, Lena

E vem ver correr a água borbulhante do rio



Vem sentar-te e olhar a alegria saltitante

Da água cadenciada acariciando as pedras



Vem olhar o canto animado

E senhorial deste elemento primordial de vida



Olha como ela passa perto de nós e deixa um murmúrio

De voz de fôlego e de movimento



Vem sentar-te junto de mim e olhar esta moldura

Espelhada de teu corpo líquido que corre para o mar



Vem sentar-te junto de mim e olhar o devir de Heráclito

No rio que não passa duas vezes com a mesma água



Vem comigo e rola pelos cantos e recantos

E beija as pedras por onde a água te toca redimida



Não páres Lena deixa rolar teu rio deixa pulir teus seixos

E banha-te sempre no rio do sonho que te libertará.









Jan Muá

26 de fevereiro de 2000
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Seguidores: 74Exibido 714 vezesFale com o autor