Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
105 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57375 )
Cartas ( 21181)
Contos (12603)
Cordel (10137)
Crônicas (22259)
Discursos (3139)
Ensaios - (9064)
Erótico (13414)
Frases (44131)
Humor (18585)
Infantil (3845)
Infanto Juvenil (2802)
Letras de Música (5476)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138543)
Redação (2942)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2408)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4944)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->Água do Terceiro Milênio -- 17/08/2002 - 23:26 (Marcelo de Oliveira Souza,IWA Instagram:marceloescritor) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Água que jorra

de dentro pra fora,

Água que existe

que teima e persiste.

Água que se apaga

que é maltratada!

Água pura e mineral...

Dentro do nosso corpo,

envolta em nossa fonte.

Água que é a nossa vida,

que a gente se endivida.

Água nossa pro estrangeiro

do País inteiro,

Água nossa que não é nossa!

Água, doce, salgada, salobra...

que aparece sem perceber,

que se escasseis percebendo.

Água dos milênios que não é eterna

Água, água, água

No terceiro milênio.



mmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm



Está comprovado que a água, será a grande geradora de guerras no próximo milênio.

Enquanto desperdiçamos este primordial produto, navios petrolíferos saem daqui com milhões de litros de água potável do Brasil.

Marcelo de Oliveira Souza

07/07/2000

Tel 71*91253586
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui