Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
97 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57505 )
Cartas ( 21184)
Contos (12608)
Cordel (10177)
Crônicas (22283)
Discursos (3141)
Ensaios - (9089)
Erótico (13416)
Frases (44277)
Humor (18618)
Infantil (3904)
Infanto Juvenil (2849)
Letras de Música (5479)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138235)
Redação (2946)
Roteiro de Filme ou Novela (1056)
Teses / Monologos (2411)
Textos Jurídicos (1926)
Textos Religiosos/Sermões (4981)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->O NAVIO SEM RUMO -- 10/08/2002 - 20:09 (Marcelo de Oliveira Souza,IWA Instagram:marceloescritor) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
Rumando para o sem fim

Num mar ruim,

Cheio de pedras e corais

Não dá para continuar mais!



Um navio à deriva

Esperando que decida

abandonar ou afundar

Sem rumo e sem lar.



O navio de nosso destino

às vezes é um desatino,

Um menino sem alma

Um adulto sem calma.



Um sorriso amarelo

Uma jóia sem preciosismo

Um pé sem chinelo

Um navio sem rumo.



mmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm



Vamos dar um rumo a esta "barcaça", vem a época da eleição, deixemos de continuismo, vote consciente, um minuto para votar e se errar, quatro anos para se arrepender!

marceloosouzasom@aol.com

MARCELO DE OLIVEIRA SOUZA

04/05/2001

Tel 71*91253586
Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui