Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
179 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 58139 )
Cartas ( 21211)
Contos (12855)
Cordel (10239)
Crônicas (22080)
Discursos (3147)
Ensaios - (9225)
Erótico (13453)
Frases (45289)
Humor (18935)
Infantil (4156)
Infanto Juvenil (3232)
Letras de Música (5505)
Peça de Teatro (1328)
Poesias (138700)
Redação (2995)
Roteiro de Filme ou Novela (1058)
Teses / Monologos (2417)
Textos Jurídicos (1934)
Textos Religiosos/Sermões (5249)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->POR DETRÁS DOS MUROS, FALO TUDO... SOU ATÉ GIGANTE! -- 13/11/2007 - 08:55 (getulio silva) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos
POR DETRÁS DOS MUROS, FALO TUDO... SOU ATÉ GIGANTE!









Há algum tempo, que ouço e leio pronunciamentos, declarações e discursos de indivíduos aonde tentam impor suas idéias ou convicções, por detrás dos muros é claro, usando para isso, as profissões ou cargos que exercem... Estes indivíduos costumam fazer afirmações tais como: “É de cunho técnico e científico e que, não está em jogo aqui a minha posição ou opinião pessoal a respeito deste assunto... Ou de acordo com Sócrates, Platão... Ou como disse Cristo no Jardim das Oliveiras, se é que disse alguma coisa! Ou o Código Civil nos seus artigos, parágrafos... A lei da física... E Conforme o princípio da relatividade... Ou a Psiquiatria vê assim... E Freud entende que...”

Vale quaisquer argumentações, para ficarem no meio ou atrás dos muros e não se exporem o que pensam verdadeiramente do assunto, na primeira pessoa. Tudo bem! É um direito do cidadão se posicionar como queira, afinal, liberdade é para isso mesmo! Mas considerando que, em tempos de tantas mentiras, era de bom tom, que os articulistas de assuntos polêmicos começassem a falar o que pensam como pessoa física, pois acredito estarmos num País Democrático. Usar da profissão para se isentar ou se amparar da Lei, para uma possível defesa a posteriori, é muito fácil, quero ver é a coragem em dizer: Penso assim, e pronto!

Claro que, existem profissões que os pareceres têm que serem de acordo com o artigo e parágrafo tal ou a literatura médica diz o seguinte... Isso é passivo de entendimento. Agora, não precisa muita massa cinzenta, para saber quando o individuo usa máscaras para falar ou divagar sobre um tema qualquer, usando do cargo ou da profissão, para se esconder, livrando-se assim, de possíveis criticas ou de ser processado pela Justiça, por preconceito, injuria, difamação...

Falar que o Renan Calheiros é um ladrão! Não tenho conhecimento de nenhum processo em que ele tenha sido condenado, por isso, então, não posso afirmar! Quanto à falta de decoro do próprio, ele foi absolvido pelo Senado... Coisas de Brasil!!! Portanto, não se precisa ter medo de falar deste caso... Fale que ele traiu sua mulher, isso já esta provado. (risos) E como se isso fosse novidade na história desse País, pelo que eu sei, é cultural desde o tempo do Império... Só para lembrar, a Marquesa de Santos...

Voltando ao assunto, estes indivíduos, dos quais me refiro, deveriam ser escritores ou poetas, pois assim, na escrita ou na poética, poderiam usar personagens para falarem o que sentem ou pensam interiormente, sem medo de nada! É só colocar as falas nas bocas das personagens... Eu, só não sei onde ficaria a tal Ética e se seria politicamente correto! Saber onde fica a ética, eu sei! Isso depende de cada um e também, dos conceitos de moralidade ou dos princípios familiares e religiosos que regem a cada indivíduo em particular. Falar ou dar conselhos aos homossexuais, para cortarem o pênis, alegando que o membro é uma peça inútil é mostrar que desconhece do assunto e se desconhece, está aí o preconceito, pois na relação sexual de gays é absolutamente preciso que exista tesão e para isso, o pênis tem que estar ereto. E mais, homossexual não vira transexual, uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa! Não se sugere a alguém o que não se conhece, pois pode estar induzindo pessoas a atos de violência contra si e a outrem... Ainda bem, que em breve existirá uma Lei que regulamentará os casos de homofobia e aí, estas argumentações serão levadas aos tribunais.

Para dissertar sobre um determinado assunto, o interlocutor, não precisa ter receios de ser confundido com o objeto principal do tema debatido, falar do preconceito contra os negros, necessariamente, não precisa ser um negro! Mas para fazer diagnósticos de saúde é preciso ser médico e ainda, com muita competência! Afirmar que a homossexualidade é uma doença, e que requer tratamento psiquiátrico é necessário ser médico sim, para tal diagnóstico. Acredito, que um advogado quando faz um pronunciamento, defesa, acusação ou interposição de recursos, deveria além do conhecimento técnico em questão, solicitar pareceres de outras áreas, ou se informar a respeito, para não cair no ridículo do sofisma. Afirmar que, homossexualidade é doença psiquiátrica é ignorar que em 1985 o Conselho Federal de Medicina - CFM retirou a homossexualidade da Classificação Internacional de Doenças - C.I.D.10 e pela Organização Mundial de Saúde - OMS essa alteração ocorreu em 1994, portanto, homossexualismo é uma palavra em desuso! Tratar a homossexualidade como desvios e transtornos Sexuais é escamotear o preconceito. A arbitrariedade nesse caso é latente, o advogado está a renegar um parecer da Medicina Brasileira e também da O.M. S, mesmo que ele fosse um médico, não poderia diagnosticar a homossexualidade como doença, pois sofreria punições do seu Conselho Regional de Medicina.

“Como todo mundo, de médico e louco tem um pouco, não deveríamos ficar assustados com esses comportamentos, mas daí, a ser até Nostradamus quando se profetiza: “que a AIDS é a punição ou castigo, com a própria morte, dos que praticam atos homossexuais e que, dois gays em “UNIÃO ESTÁVEL” teriam uma duração efêmera, pois a AIDS ou outra doença semelhante, se encarregaria de dissolver a dita União... “O advogado em questão, mais uma vez faz diagnósticos futurista ou previsões de que uma “peste” eliminará da face da terra todos os homossexuais”. Isso já é extrapolar todos os limites do bom senso!

E ele diz mais: Homossexualidade nada mais é que uma clara aberração (doentia, perigosa, suja)... Acreditar nestas afirmativas é ratificar que o APOCALIPSE está correto!Uma peste exterminará da face da terra todos os gays... Claro que isso, só acontecerá pelas bocas e os devaneios dos homofóbicos!!!

“Não há nenhuma comprovação científica sobre a origem do vírus da AIDS. O certo é que a AIDS foi registrada, primeiramente, nos Estados Unidos, no início da década de 80, a partir do surgimento de doenças graves como sarcoma de Kaposi, pneumonia por Pneumocystis carinii e diminuição das defesas do organismo. Em 1983, o vírus foi isolado em pacientes com AIDS pelos pesquisadores Robert Gallo, nos EUA, e Luc Montagnier, na França. Em 1986, um comitê internacional recomendou o termo HIV (vírus da imunodeficiência humana) para denominá-lo, reconhecendo-o como capaz de infectar seres humanos. Embora não se saiba qual a origem do HIV, sabe-se que existe semelhança com a família de retro vírus relacionada a primatas não-humanos (macacos verdes africanos), que vivem na África sub-Sahariana, chamada de vírus da imunodeficiência símia (SIV); sabe-se que em rituais religiosos o homem sacrificava o animal, fazendo ingestão de seu sangue; assim, o vírus SIV pode ter sido transmitido ao homem, sofrido mutação e passado a atacar a espécie humana. Por isso, supõe-se que o HIV tenha origem no continente africano”.

Como não há nenhuma comprovação que a AIDS é uma doença de homossexuais e tantas coisas mais, fica aqui, um discurso do opressor, em bocas de “Cassandra” aterrorizando e discriminando os homossexuais!



Getúlio Silva 04/10/2007

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui