Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
78 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57267 )
Cartas ( 21179)
Contos (12594)
Cordel (10122)
Crônicas (22215)
Discursos (3138)
Ensaios - (9042)
Erótico (13409)
Frases (44011)
Humor (18555)
Infantil (3826)
Infanto Juvenil (2774)
Letras de Música (5474)
Peça de Teatro (1320)
Poesias (138438)
Redação (2934)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2403)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4933)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Poesias-->ATÉ QUANDO? -- 25/07/2002 - 00:32 (Ricardo Barreto Ferreira) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos




ATÉ QUANDO?



Meia-noite,

Todos estão dormindo

E eu aqui,

Procurando uma saída.

O prazer cada dia mais difícil,

Complicado.

O desejo de fazer alguma coisa.

Fugir para qualquer lugar.

Encontrar novas amizades.

Saciar esta sede de justiça, amor e paz.



O tédio me faz ligar a televisão

E ficar mudando de canal

Numa busca inútil

De algum programa menos medíocre.

Até quando vou suportar tudo isto?



Recife, setembro de 1989.



Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui