Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
221 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 58157 )
Cartas ( 21211)
Contos (12857)
Cordel (10239)
Crônicas (22094)
Discursos (3147)
Ensaios - (9229)
Erótico (13452)
Frases (45305)
Humor (18938)
Infantil (4161)
Infanto Juvenil (3234)
Letras de Música (5506)
Peça de Teatro (1328)
Poesias (138720)
Redação (2996)
Roteiro de Filme ou Novela (1058)
Teses / Monologos (2418)
Textos Jurídicos (1934)
Textos Religiosos/Sermões (5253)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Discursos-->Mensagem da Liga da Defesa Nacional – Dezembro de 2016 -- 16/12/2016 - 11:15 (Félix Maier) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos

Mensagem da Liga da Defesa Nacional – Dezembro de 2016 (Ano do Centenário da LDN)

 

A Liga da Defesa Nacional foi fundada em 1916, há cem anos, portanto, por um grupo de acendrados patriotas, liderados pelo poeta-cidadão Olavo Braz Martins dos Guimarães Bilac, simplesmente Olavo Bilac, cujo aniversário natalício transcorre em 16 de dezembro. Eis o motivo desta Cerimônia, que anualmente realizamos no último mês do ano, para a outorga da comenda da Ordem do Mérito Cívico. Esta honorificência é concedida a eminentes personalidades que se distinguiram e vêm se distinguindo na prestação de bons e relevantes serviços à Pátria e/ou no eficaz apoio às nossas atividades.

O presente ano é histórico para a Liga, porquanto é o ano de seu Centenário!

O memorável acontecimento de sua fundação se deu às 17 horas do dia 7 de setembro de 1916, em 'Sessão Solene de Instalação', na Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro, então Distrito Federal, local escolhido por Bilac, eis que, como afirmou, era o mais apropriado, por ser "a casa dos livros, o templo das ideias, o cérebro do Brasil". Na ocasião, o insigne poeta proferiu uma patriótica e antológica Oração, na qual expôs os motivos da criação da Entidade e os objetivos que ela buscaria colimar, dali para frente, como a difusão de valores cívicos e morais, sem qualquer envolvimento com atividades políticas, credos religiosos ou filosóficos.

Ao longo de uma rica e profícua evolução histórica, durante um século, a Liga da Defesa Nacional engajou-se em inesquecíveis campanhas

em prol da brasilidade. Assim, propôs ao governo, nos idos de 1930, a obrigatoriedade do ensino da língua portuguesa nas colônias de imigrantes e a inclusão nos currículos escolares, de assuntos atinentes ao patriotismo, como a mandatória necessidade do canto do Hino Nacional e do culto à Bandeira. Nos anos de 1950, participou, ativamente, da cruzada “O Petróleo é Nosso” e, no começo do presente século, se posicionou, peremptoriamente, contra o lesivo “Acordo de Alcântara”, por atentatório à Soberania Nacional. Na atualidade, três magnas preocupações a afligem:

1°) a Educação, tão desconsiderada em todos os níveis de ensino, imprescindível, inclusive, para que os brasileiros tenham uma robusta saúde cívica e saibam bem escolher os seus representantes políticos, sem se idiotizarem e iludirem com o populismo e a demagogia;

2°) a forte cobiça internacional, da parte de nações hegemônicas, sobre as nossas “Amazônia Verde” e “Amazônia Azul”, patrimônios inalienáveis do povo brasileiro, riquíssimas em biodiversidade, petróleo, água doce, minerais estratégicos, etc; e

3°) a atual e caótica conjuntura político-social, que reputamos de extrema gravidade. Sim, pois aí estão, apesar dos esforços governamentais, o baixíssimo crescimento econômico, a inflação, o desemprego, os rebaixamentos do grau de investimento do País, a recessão da economia, a insegurança jurídica, etc., tudo isso aliado a uma corrupção sem freios, que vem, felizmente, sendo repudiada, com determinação e coragem, por toda a nação brasileira. E ainda, e o mais preocupante: a incitação ao divisionismo, pela odienta luta de classes marxista- leninista, bastando que se atente às atuais e graves agitações promovidas por movimentos ditos 'sociais' e que, desafortunadamente, também envolvem jovens estudantes ideologizados, que seguem as diretrizes do maldito-seja Foro de São Paulo.

Lembremo-nos de que as nossas Unidades – territorial e linguística –, a integração nacional e a miscigenação racial são belas heranças lusitanas que deveremos preservar e transmitir, com ufania, a nossos filhos e aos filhos denossos filhos! E não apenas por isso, devemos repelir, com veemência, ideologias materialistas, internacionalistas e ateias, além do fanático e bestial terrorismo religioso, eis que o nosso modo de viver, livre e democrático, baseia-se em benditos princípios consagrados pelo mundo ocidental e cristão...

Senhoras e Senhores! A centenária Liga da Defesa Nacional permanecerá, iterativamente, a pugnar, com desassombro, pela Soberania, Paz Social, Democracia, Integração Nacional, Integridade Territorial, Moralidade e Grandeza do amado Brasil, País-Continente que não merece a canga de um destino mesquinho para o seu tamanho!

Em vigília permanente, estaremos sempre Alertas! “Tudo pelo Brasil!”, continuará sendo o nosso lema!

Obrigado a todos pelas honrosas presenças! Feliz Natal e um Venturoso Ano-Novo!

E que nos sirvam de constante motivação, os inolvidáveis versos do Fundador e Patrono da Liga da Defesa Nacional, também Patrono do Serviço Militar Obrigatório, o ínclito poeta e patriota Olavo Bilac:

“Ama, com fé e orgulho, a terra em que nasceste! Criança! Não verás nenhum País como este!”

 

Muito obrigado!

 

Conheça a história do terrorismo no Brasil acessando:

Wikipédia do Terrorismo no Brasil http://wikiterrorismobrasil.blogspot.com.br/

 

MEMORIAL 31 DE MARÇO DE 1964

http://felixmaier1950.blogspot.com/2020/09/memorial-31-de-marco-de-1964-textos.html

 

HISTÓRIA ORAL DO EXÉRCITO – 31 MARÇO 1964

http://felixmaier1950.blogspot.com/2020/09/historia-oral-do-exercito-31-de-marco.html

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui