Usina de Letras
Usina de Letras
                    
Usina de Letras
25 usuários online

 

Autor Titulo Nos textos

 


Artigos ( 57047 )
Cartas ( 21170)
Contos (12612)
Cordel (10080)
Crônicas (22199)
Discursos (3134)
Ensaios - (9002)
Erótico (13395)
Frases (43641)
Humor (18455)
Infantil (3772)
Infanto Juvenil (2688)
Letras de Música (5470)
Peça de Teatro (1316)
Poesias (138235)
Redação (2924)
Roteiro de Filme ou Novela (1055)
Teses / Monologos (2401)
Textos Jurídicos (1925)
Textos Religiosos/Sermões (4852)

 

LEGENDAS
( * )- Texto com Registro de Direito Autoral )
( ! )- Texto com Comentários

 

Nossa Proposta
Nota Legal
Fale Conosco

 



Artigos-->FUMAR DIMINUI A CAPACIDADE MENTAL, É O QUE COMPROVA PESQUISA -- 04/11/2006 - 12:53 (JOÃO DE FREITAS) Siga o Autor Destaque este autor Destaque este Texto Envie Outros Textos

Os fumante têm uma grande dificuldade de raciocinar quando lhes falta a droga. Isso os leva a pensar que o cigarro melhora sua capacidade de raciocínio. Todavia, pesquisa científica tem provado o contrário. A aparente melhora de raciocínio que têm quando fumam provém da dependência, que os deixa com a mente muito mais incapacitada nos momentos de abstinência. Na realidade a maior capacidade que têm quando estão fumando ainda é inferior à que teriam se nunca fumassem.



"Consumo prolongado de tabaco prejudica o raciocínio



O consumo contínuo de tabaco deixa o raciocínio mais lento e reduz o coeficiente intelectual, segundo estudo da Universidade de Michigan publicado nesta terça-feira.



- Os resultados deste estudo levaram pesquisadores que se dedicam a estudar o alcoolismo a reavaliar seus trabalhos e considerar o impacto do hábito de fumar em seus estudos, item normalmente excluído das análises dos efeitos do alcoolismo no cérebro - comentou a autora da pesquisa, Jennifer Glass, do Departamento de Psiquiatria da Universidade de Michigan. - De 50% a 80% dos alcoólatras também fumam - completou Glass.



O trabalho de Glass derruba a percepção comum entre os fumantes de que o cigarro ajuda a manter a concentração e a manter a mente alerta, sobretudo em momentos de muito trabalho ou estresse.



A equipe de pesquisadores liderada por Glass analisou a relação entre o consumo continuado de tabaco e a redução da capacidade mental de 172 homens - consumidores ou não de bebidas alcoólicas.



O estudo não só confirmou as conclusões de pesquisas anteriores que vinculavam o alcoolismo a problemas de rapidez e clareza da função cognitiva e a uma redução do coeficiente intelectual, como também revelou o efeito similar causado pelo fumo.



- As conseqüências negativas na memória, na capacidade de resolver problemas e no coeficiente intelectual foram mais intensas entre as pessoas que já fumavam há muitos anos - afirmou Glass.



A pesquisa mostrou, ainda, que os homens que, além de beber, fumavam, apresentavam uma capacidade de raciocínio ainda menor."

Fonte: Portal do Consumidor - INCA, 20/10/2005.



A pesquisa acima mostra mais uma das formas pelas quais os fumante são enganados pelo tabaco. Ele lhes diminui a capacidade intelectual, enquanto dá a eles a impressão contrária.



Ver mais sobre o TABACO







Se você quiser receber um aviso cada vez que este autor publicar novo texto, basta clicar AQUI e enviar.



Não use esse link que aparece acima do texto e depois do link do currículo;

Porque esse serviço agora está funcionando só para assinantes.

Utilizando o meu, eu lhe enviarei pessoalmente o aviso
.

Comentários

O que você achou deste texto?        Nome:     Mail:    

Comente: 
Perfil do Autor Renove sua assinatura para ver os contadores de acesso - Clique Aqui